Papa proclama ''veneráveis'' João Paulo II e Pio XII

O papa Bento XVI proclamou ontem "veneráveis" duas figuras emblemáticas da história recente da Igreja Católica, o carismático João Paulo II e o controverso Pio XII. O anúncio relacionado a Pio XII, acusado de ter sido omisso durante a perseguição aos judeus pelos nazistas, surpreendeu.

AFP, O Estadao de S.Paulo

20 Dezembro 2009 | 00h00

Com a assinatura do decreto, que reconhece "as virtudes heroicas do venerável servo de Deus" Pio XII, pontífice de 1939 a 1958, e de João Paulo II, que liderou a Igreja de 1978 a 2005, Bento XVI abre o caminho para a beatificação de dois papas bastante distintos.

O atual pontífice defendeu Pio XII em várias ocasiões e expressou o desejo de que ele fosse beatificado. Em discurso pronunciado ontem ante a Congregação para a Causa dos Santos, o papa elogiou a "sabedoria pedagógica" com que a entidade seleciona e examina a história dos beatos e dos santos da Igreja Católica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.