Prédio de Beltrame tem reforço de seguranças no Rio

Alvo de protesto na madrugada desta quinta-feira, 17, após o confronto nas imediações da rua onde mora o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), no Leblon, o prédio em que vive o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, amanheceu com reforço de seguranças. Por volta de 1h30, policiais do Batalhão de Choque lançaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra um grupo de manifestantes que havia caminhado até a Rua Redentor, onde fica o apartamento do secretário.

FELIPE WERNECK, Agência Estado

18 de julho de 2013 | 11h48

No tumulto, o grupo correu para a Lagoa Rodrigo de Freitas. Assim como ocorreu no Leblon, agências bancárias foram depredadas na Avenida Visconde de Pirajá, a principal via do bairro de Ipanema.

Mais conteúdo sobre:
protestosRioBeltrame

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.