Professora de tênis pega quase 3 anos por sexo com aluna

Claire Lyte foi flagrada na cama com garota de 13 anos pela mãe da menina.

BBC Brasil, BBC

02 de novembro de 2007 | 15h30

Uma professora de tênis foi condenada nesta sexta-feira a dois anos e nove meses de prisão na Grã-Bretanha pela acusação de ter abusado sexualmente de uma aluna.Claire Lyte, de 29 anos, foi flagrada na cama com a garota de 13 anos pela própria mãe da menina.Durante as duas semanas de julgamento, a professora se disse inocente das quatro acusações de prática sexual com uma menor de idade.Além de ser condenada à prisão, Lyte teve seu nome incluído no registro nacional de criminosos sexuais e foi proibida de voltar a trabalhar com crianças no futuro.Lyte já havia sido condenada no mês passado, mas só nesta sexta-feira é que sua sentença foi anunciada.A professora e a aluna se conheceram em um torneio de tênis e iniciaram um romance em 2005.Elas costumavam dormir juntas quando viajavam para participar de competições e trocavam mensagens íntimas enviadas por telefone celular, que foram usadas como evidência durante o julgamento.Em seu veredicto, o juiz Nigel Gilmour disse que Lyte "corrompeu aquela menina e adiantou suas experiências no campo sexual em alguns anos"."Você foi receptiva à atenção dela (da menina), a incentivou e então manipulou o que havia se tornado uma atração dela por você", acrescentou o juiz. "E fez isso para satisfazer seus objetivos sexuais egoístas."BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
tenistaprofessoracamanuagrã-bretanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.