Protesto no Complexo do Alemão fecha vias; clima é tenso

Um protesto de moradores do Complexo do Alemão, localizado na zona norte do Rio, provocou o fechamento da Estrada do Itararé, na favela da Grota. Um ônibus foi depredado e pneus queimados. A polícia dispersou os manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta. A estrada foi fechada no fim da tarde, por amigos e parentes de Kleyton da Rocha Afonso e Halam Marcílio Gonçalves. Eles foram presos na segunda-feira, 10, numa operação da polícia civil para cumprir mandados de prisão. Três policiais militares foram mortos no complexo de favelas no último mês. As famílias negam que os rapazes tenham envolvimento com o tráfico de drogas e iniciaram um movimento no Facebook pela libertação dos jovens. A estrada foi reaberta no início da noite, mas o clima continua tenso no local.

CLARISSA THOMÉ, Agência Estado

11 Março 2014 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.