Saúde encaminha registros de estrangeiros emitidos em PE

O Ministério da Saúde decidiu encaminhar os primeiros 11 registros provisórios emitidos pelo Conselho Regional de Medicina (Cremepe) aos médicos estrangeiros que irão atuar em Pernambuco, para evitar maior atraso no início do atendimento à população.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

24 de setembro de 2013 | 14h56

No entendimento do ministério, o documento do Cremepe condicionaria a sua validade a 15 dias, prazo dado pelo conselho para o recebimento de informações sobre os tutores dos profissionais e os locais onde eles irão trabalhar. No entanto, como não há obrigatoriedade do fornecimento destas informações pela Medida Provisória 621/2013, que criou o Mais Médicos, a assessoria do ministério em Pernambuco informou que se houver tentativa do conselho de suspender a validade dos registros em 15 dias, a questão será decidida na Justiça. Segundo a MP, os registros têm validade enquanto durar o programa, informou a assessoria.

Foi solicitado um total de 43 registros provisórios no Estado. Os outros 32 deverão ser emitidos ao longo desta semana.

De acordo com o Ministério da Saúde, os 11 médicos terão o documento em mãos até o final da manhã de quarta-feira, 25. Eles vão atuar em nove municípios: Condado, na zona da mata; Lagoa do Ouro, Brejo da Madre de Deus, Machados, Passira e Bom Conselho, no agreste; e Quixaba, Ibimirim e Afogados da Ingazeira, no sertão.#ET

Mais conteúdo sobre:
Mais MédicosregistrosPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.