Seis são presos por vender livros em universidades do RJ

Materiais didáticos eram negociados pela quadrilha, de porta em porta, pelo valor de R$ 450,00

Solange Spigliatti, Central de Notícias

18 Outubro 2011 | 14h58

SÃO PAULO - Seis pessoas foram presas em flagrante e uma adolescente, de 14 anos, foi apreendida, acusados de pertencer a uma quadrilha que vendia livros na porta de universidades, no Rio. Os materiais didáticos eram vendidos de porta em porta pelo valor de R$ 450,00.

O bando é acusado de vender livros nas proximidades de universidades e também de porta em porta pela cidade. O material não era atualizado. O grupo foi autuado por formação de quadrilha, estelionato e corrupção de menores.

A partir de denúncia de vítimas, os agentes foram até a Rua José do Patrocínio, no centro do Rio, onde prenderam em flagrante Everton Veridiano Omena, Wihigton Francisco de Lima, Osmar Sena da Silva, Manoel Paulo dos Santos de Jesus, Gleison Augusto Nogueira Prestes, José Paulo Santos de Jesus, e apreenderam uma adolescente.

Os livros estavam em uma casa alugada, na Rua Espírito Santo. Também foram encontrados livros no interior de uma Kombi, usada pelo grupo. De acordo com as informações, a quadrilha atuava em todo território brasileiro, com talões de vendas personalizados, máquina para venda através de cartão de crédito. As vendas também eram permitidas com cheques pré-datados.

O delegado Pablo Valentim pede às pessoas que se sentirem lesadas para comparecerem à delegacia com o material comprado e, assim, tentarem reaver o valor pago, e também ajudar a polícia a solucionar o caso.

 

Mais conteúdo sobre:
prisão livros universidades RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.