Suspeitos de participar de crime são presos no PR

A investigação sobre a morte da estudante Louise Sayuri Maeda, 22 anos, está próxima de uma solução. A polícia prendeu hoje duas colegas de trabalho que atuavam com Louise em uma iogurteria localizada no Shopping Mueller, na capital paranaense. O corpo dela foi encontrado na última sexta-feira. Ela estava desaparecida desde o dia 31 de maio.

JÚLIO CESAR LIMA, Agência Estado

20 Junho 2011 | 18h54

Além de Fabiana Perpétua de Oliveira, 20, e Marcia do Nascimento, 21, que estão detidas, a polícia continua atrás de Elvis de Souza, 20, que teria participado da ação. Segundo a polícia, a garota morta - que era supervisora - havia descoberto alguns problemas no caixa e por conta disso suas colegas teriam feito uma armadilha para ela. No momento da prisão, Marcia estava com R$ 2,2 mil, valor considerado alto para seus rendimentos e que a garota não soube explicar a origem.

Mais conteúdo sobre:
mortesuspeitosCuritibaestudante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.