PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Valdemar pede socorro a Temer para voltar a falar com Bolsonaro

Ministro do STF deve receber o presidente do PL em agosto, após intermediação do ex-presidente

PUBLICIDADE

Foto do author Eduardo Gayer

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, recorreu ao ex-presidente Michel Temer (MDB) para ter o direito de voltar a falar com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Em ano eleitoral, Valdemar e Bolsonaro estão proibidos de conversar desde fevereiro por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito da investigação sobre uma tentativa de golpe de Estado no País

PUBLICIDADE

Valdemar pediu a Temer para interceder sobre o assunto junto a Moraes. O ex-presidente da República é próximo ao magistrado, que foi seu ministro da Justiça e indicado por ele à Suprema Corte. Segundo apurou a Coluna do Estadão, Temer avisou ao dirigente partidário que Moraes deve recebê-lo no STF em agosto, após o recesso do Judiciário.

Para o presidente do PL, a proibição de conversar com Bolsonaro, atrapalha o partido nas eleições municipais. O ex-presidente é o principal cabo eleitoral da sigla.

A investida de Valdemar sobre Alexandre de Moraes se arrasta há meses. Como revelou a Coluna do Estadão, o ex-deputado também procurou o ministro do STF Gilmar Mendes em busca de uma conversa com o magistrado. Ainda assim, nos bastidores do PL, as principais lideranças descartam um recuo de Moraes antes das eleições.

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto.  Foto: FOTO: ALEX SILVA/ESTADAO
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.