PUBLICIDADE

Padilha confirma Fufuca e Silvio Costa Filho no governo e diz que Lula quer conversar ‘olho no olho’

Ministro da articulação política afirma que os dois deputados vão assumir ministérios na gestão petista

Foto do author Sofia  Aguiar
Foto do author Caio Spechoto
Por Sofia Aguiar (Broadcast) e Caio Spechoto (Broadcast)

BRASÍLIA - O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, confirmou que os deputados federais Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) e André Fufuca (PP-MA) comandarão ministérios na minirreforma na Esplanada. De acordo com ele, as conversas “olho no olho” entre o chefe do Executivo e os partidos acontecerão em agosto.

“Já tem uma decisão do presidente Lula de trazer esses dois parlamentares [Fufuca e Silvio Costa] que representam duas bancadas importantes do Congresso Nacional. Mas, mais do que elas, podem atrair outros parlamentares, trazer para o governo para ocupar postos de ministérios”, declarou o ministro em coletiva de imprensa concedida em Belém (PA), nesta sexta-feira, 4.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, em conversa com o líder do PP na Câmara dos Deputados, André Fufuca (PP-MA), que assumirá cargo no governo Foto: Divulgação/Ministério das Relações Institucionais

PUBLICIDADE

Padilha disse que Lula “gosta” de construir uma relação com lideranças partidárias, seja com as bancadas dos partidos, seja com as direções.

“Essas conversas olho no olho vão acontecer no mês de agosto e a decisão do presidente Lula já é de trazer essas forças partidárias, essas bancadas de deputados federais para o governo contribuindo com a votação dos projetos”, acrescentou.

Na semana que vem, Lula estará fora de Brasília por conta de agendas em outros Estados. Nos dias 8 e 9, o presidente irá participar de agendas na Cúpula da Amazônia, em Belém; já entre 10 e 11, ele estará no Rio de Janeiro. Na próxima sexta-feira, inclusive, o governo federal fará o lançamento do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Depois dessas atividades ele vai provavelmente poder fazer esse encontro olho no olho”, relatou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.