PUBLICIDADE

Helicóptero cai em área de mata em Barueri, na Grande SP

Ao menos sete pessoas se feriram, mas não há registro de mortes, conforme os bombeiros; o acidente registrado na terça-feira, 20, está sendo investigado

Foto do author Ítalo Lo Re
Por Ítalo Lo Re
Atualização:

Um helicóptero caiu no fim da tarde de terça-feira, 20, em área de mata nos arredores de um supermercado em Barueri, cidade da região metropolitana de São Paulo. Sete ocupantes, entre eles duas crianças, se feriram, mas não há registro de mortes. As identidades não foram reveladas. Apenas há a informação que possuem entre 9 e 51 anos.

Conforme informações preliminares do Corpo de Bombeiros, seis delas foram encaminhadas para unidades de pronto-socorro da cidade, enquanto o piloto foi levado para o Hospital das Clínicas, na zona oeste da capital paulista. A ocorrência foi registrada por volta de 16h22.

Helicóptero cai na cidade de Barueri e deixa sete pessoas feridas, incluindo duas crianças. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

A corporação afirmou que o acidente ocorreu na Avenida Marco, bem próximo ao supermercado Hugão Atacado & Varejo. Ao todo, nove viaturas e um helicóptero foram deslocados para o local do acidente, no bairro Chácaras Marco.

Estado de saúde das vítimas

PUBLICIDADE

Conforme a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), os feridos são três homens, duas mulheres e duas crianças, com idades entre 9 e 51 anos.

Segundo a prefeitura de Barueri, seis vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Pronto-Socorro Central (Sameb), Pronto-Socorro do Engenho Novo e Pronto-Socorro Intermédica, em Barueri – uma delas teve parada cardiorrespiratória. Já o piloto foi encaminhado de helicóptero para o Hospital das Clínicas, na capital paulista. Ele apresentou fratura no fêmur, após ficar preso nas ferragens da aeronave.

Ainda na noite de terça-feira, uma das vítimas foi levada para o Pronto-Socorro do Engenho Novo e depois encaminhada para o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB). A paciente se encontrava em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Por volta das 10h45 desta quarta-feira, 21, um helicóptero Águia da Polícia Militar realizou a sua remoção para o Hospital Samaritano.

Ainda no fim da noite de terça-feira, por volta das 23 horas, uma paciente vinda do Sameb chegou ao HMB e permanece internada na UTI, sob cuidados de uma equipe médica especializada. Já uma das crianças que também estava no Sameb foi admitida no HMB, no início da madrugada desta quarta-feira. Encontra-se estável na enfermaria.

Publicidade

Helicóptero não tinha permissão para operações de taxi aéreo

A aeronave de prefixo PR-ENT era de pequeno porte e modelo AS350B3. No registro do transporte na Agência Nacional de Aviação (Anac), consta que o helicóptero não tinha permissão para operações de taxi aéreo.

Investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), foram acionados, segundo a Força Aérea Brasileira (FAB).

A prefeitura de Barueri afirmou que os acessos próximos ao local do acidente foram fechados por agentes de trânsito na estrada dos Romeiros e na rua Tilápia, sob cuidados e monitoramento de equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semurb).

A gestão municipal acionou ainda a Defesa Civil e a Guarda Civil Municipal (GCM), ligadas à Secretaria de Segurança Urbana e Defesa Social. Equipes da Força Aérea Brasileira também estão a caminho do local. Não há registros de imóveis atingidos com a queda do helicóptero.

Além do Corpo de Bombeiros, também comparecem ao local do acidente o Comando de Aviação da Polícia Militar (CAvPM), o Policiamento de Área (Pmesp), Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) e Cenipa.

As circunstâncias da tragédia ainda estão sendo esclarecidas. O caso foi registrado como lesão corporal na Delegacia de Barueri.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.