Ladrões invadem clínica e levam Rolex de R$ 300 mil de dentista das celebridades em SP

Crime ocorreu no Tatuapé na tarde de quinta-feira, 22. Assaltantes conseguiram fugir. Polícia investiga o caso

PUBLICIDADE

Por Fabio Grellet

O dentista Roberto Viotto, de 46 anos, que atende celebridades como os cantores Ludmilla e Zé Felipe, a influenciadora Bruna Biancardi, a família do jogador Neymar e políticos como o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), foi vítima de um assalto na tarde de quinta-feira, 22, dentro de uma clínica no Tatuapé (zona leste de SP). Os ladrões levaram um relógio de pulso da marca Rolex avaliado em R$ 300 mil.

PUBLICIDADE

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, dois criminosos chegaram ao local em duas motos, estacionaram, entraram na clínica e anunciaram o assalto. Enquanto um deles, armado, rendeu os funcionários, o outro procurou pelo dentista, que participava de um seminário com cerca de 20 outros dentistas. Ao localizá-lo, ordenou que Viotto entregasse o relógio. Em seguida, os dois ladrões fugiram.

O caso foi registrado como roubo no 30º DP (Tatuapé). Segundo a Secretaria, a Polícia Civil realiza diligências visando a identificação dos autores do crime e esclarecimento dos fatos.

Assaltantes chegaram de moto a clínica, onde foram flagrados por câmera de segurança: relógio de R$ 300 mil foi roubado Foto: Polícia Civil

Nas redes sociais, Viotto contou que comprou o relógio há cerca de um mês, por quase R$ 300 mil. “Eu tinha duas motos, mas tinha medo de ser assaltado, então quase não andava com elas. Aí dei as duas motos em troca desse relógio, e não deu nem tempo de curtir. Ainda sobrou um carnê de uma das motos e uma dívida com o relojoeiro. Triste, sabe?”, relatou.

Segundo o dentista, os ladrões se passaram por entregadores, com mochilas nas costas. Ao entrar na sala onde ocorria o seminário, o assaltante aparentemente se assustou com a presença de tanta gente e, sem conseguir reconhecer a vítima que procurava, voltou para a recepção. Levou a funcionária até a sala e ordenou que ela apontasse quem era o dentista que eles procuravam. “O rapaz disse ‘está todo mundo rendido lá fora, eu só quero o relógio, entrega que ninguém vai se machucar’. Foi o que eu fiz”, contou.

O dentista afirmou suspeitar de que alguém que soube da compra do relógio orientou os assaltantes, porque eles demonstraram saber exatamente o que queriam roubar. “Eu não ando com o relógio no pulso, ando sempre com ele escondido no bolso ou no carro, só coloco quando eu entro num evento, como esse (de quinta-feira)”.

Viotto atua com odontologia estética e tem mais de 1 milhão de seguidores no Instagram.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.