PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

A vida sobre duas rodas na maior metrópole do Brasil

Grupos de pedal em São Paulo: por região e perfil de ciclista

Confira a lista atualizada mensalmente dos grupos de pedal da capital

Por Alex Gomes
Atualização:

Atualizado em 27/9/2017

PUBLICIDADE

Com certeza você já topou com algum grupo de ciclistas pelas ruas de São Paulo e deve ter ficado curioso para saber sobre como eles se organizam e talvez até com vontade de participar da atividade. Saiba que isso é muito fácil.

Atualmente, pelo menos 80 grupos circulam pela cidade semanalmente, reunindo centenas de ciclistas que chegam a percorrer até 80 km em uma única noite. Eles saem de todas as regiões da cidade - certamente tem algum com ponto de partida perto de sua casa ou de seu trabalho - e atendem os mais diferentes perfis: tem pedal para iniciante, com trajeto curto e terrenos mais planos, para aqueles com alguma prática e até para os mais experientes, com percursos longos, maior velocidade e, provavelmente, trechos com ladeira.

 

 

Para você que tem vontade de girar pela cidade e conhecer outros ciclistas, o Blog São Paulo na bike manterá uma lista permanente com os grupos, com seus locais de partida, ritmo dos passeios (iniciante, intermediário ou avançado) e a duração, além de links para seus sites ou redes sociais. Os passeios acontecem à noite e no fim de semana.

No geral, os grupos exigem o uso de capacete, iluminação dianteira e traseira, portar câmara reserva e que a bike esteja com a manutenção em dia. É recomendável também levar água e lanches leves, além de dinheiro para o caso da acontecer algum problema e o ciclista tiver de voltar de transporte público, táxi ou transporte particular.

Publicidade

A relação dos grupos segue abaixo, organizada por regiões e bairros nos quais se encontram.

 

Centro e Av. Paulista

Zona norte

Zona leste

Zona oeste

Publicidade

Zona sul

_______________________________________________

Confira os outros posts do blog e também nosso perfil no Instagram.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.