Senadora Kátia Abreu defende Exército na rua para cumprir lockdown

A presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado também sugeriu uma ação no STF para obrigar o governo a fazer campanhas em prol do isolamento social até a chegada das vacinas

PUBLICIDADE

Foto do author Daniel  Weterman
Por Daniel Weterman
Atualização:

Brasília - A presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Kátia Abreu (PP-TO), defendeu a presença do Exército nas ruas para cumprir o lockdown decretado por Estados e municípios em função do avanço da covid-19. A senadora conversou com especialistas e ministros do Supremo Tribunal Federal e sugeriu a apresentação de uma ação no STF para colocar as Forças Armadas nas ruas e também obrigar o governo federal a fazer campanhas publicitárias para que as pessoas façam o isolamento social até a chegada das vacinas.

A presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Kátia Abreu (PP-TO) Foto: André Dusek/Estadão

"Por conta da admiração que tem pelas Forças Armadas, o povo brasileiro vai ver o exército e ver que o negócio é sério, que o exército não iria para a rua por qualquer coisa", disse Kátia Abreu durante a sessão do Senado, nesta terça-feira, 9. Na segunda, 8, o presidente Jair Bolsonaro criticou as novas medidas de isolamento e descartou a possibilidade de decretar um lockdown nacional. "Alguns querem que eu decrete lockdown, não vou decretar e pode ter certeza de uma coisa, o meu Exército não vai para a rua obrigar o povo a ficar em casa", afirmou Bolsonaro.