Frente fria formada na Argentina vai chegar a São Paulo; veja previsão

Capital paulista terá mais umidade e condições de chuva

PUBLICIDADE

Foto do author Rariane Costa
Por Rariane Costa
Atualização:

São Paulo deve registrar queda nas temperaturas com a chegada de uma frente fria formada na Argentina que está levando frio à Região Sul do Brasil. Nesta quinta-feira, 11, a capital e o litoral paulista passam a registrar uma baixa nas temperaturas.

PUBLICIDADE

Isso porque na noite de quinta, a frente fria chegará a altura do litoral sul, trazendo mais umidade e condições de chuva, é a entrada desse ar frio na retaguarda do sistema que irá provocar diminuição nas temperaturas.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo, a temperatura mínima prevista para a quinta é de 19º enquanto a máxima é de 26º, três graus abaixo da temperatura máxima esperada para esta quarta-feira, 29º.

Temperatura deve baixar na capital paulista e no litoral do Estado nos próximos dias Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Apesar da temperatura ainda elevada, a Defesa Civil de São Paulo espera pancadas generalizadas de chuva pelo Estado nesta quarta, que “podem vir com moderada a forte intensidade, acompanhadas por raios e eventuais rajadas de vento”.

Com o avanço da semana, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) espera, no sudeste e leste de São Paulo e Rio de Janeiro, pancadas de chuvas com volumes que podem ultrapassar os 60 mm, especialmente no final desta semana.

As previsões também apontam para chuvas fortes no Norte e Nordeste. Áreas do Amazonas, Pará, e Tocantins terão acumulados de chuva superiores a 80mm, volume que também é previsto no Nordeste, ao norte dos Estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, e no interior da Paraíba. Na parte leste desses Estados são previstos acumulados maiores que 60 mm.

No Nordeste, o interior da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe não têm previsão de chuva. Assim como Roraima e o noroeste do Pará, na Região Norte.

Publicidade

No Centro-Oeste, o Inmet prevê chuvas na parte oeste da região, com volumes superiores a 40 mm. No centro-sul do Mato Grosso do Sul, o total de chuva poderá ultrapassar os 70 mm.

Por outro lado, nas demais áreas da região, são previstos menores volumes, em especial no leste de Goiás e Distrito Federal.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.