PUBLICIDADE

O talento de Ziraldo no Estado

Personagem mais famoso do cartunista, o Menino Maluquinho, já esteve nas páginas do Caderno 2

PUBLICIDADE

 Foto: Estadão

Arte: Baptistão

PUBLICIDADE

Ziraldo não precisa de muitas referências ou apresentações. São tantos os seus talentos que fazem dele uma figura conhecida e admirada por todos. O cartunista, chargista, pintor, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, desenhista e jornalista nasceu na cidade mineira de Caratinga, no dia 24 de outubro de 1932. Seu personagem mais famoso, O Menino Maluquinho, que o transformou no maior vendedor de livros da década de 80, frequentou as páginas do Caderno 2 , em tiras diárias, por quase dois anos.

O Estado de S. Paulo, 7 de novembro de 1989 – Primeira tirinha

 Foto: Estadão

Outro sucesso de Ziraldo, A Turma de Pererê, a primeira revista de História em Quadrinhos brasileira feita por um só autor, também esteve no Estado. Duas histórias protagonizadas pelo sacizinho criado por Ziraldo em 1960, no embalo do rock'n'roll e do Cinema Novo, foram contadas em capítulos diários no Caderno 2 em 1987.

O Estado de S. Paulo, 17 de setembro de 1987

 Foto: Estadão

O Estado de S. Paulo, 18 de setembro de 1987 –  O primeiro episódio da  HQ

O estilo inconfundível de Ziraldo, do traço característico de suas charges, aos cartazes chamativos e logotipos criativos já ilustraram muitas páginas de reportagens, artigos e entrevistas.

Publicidade

O Estado de S. Paulo, 27 de agosto de 1987 – Matéria sobre o lançamento do primeiro romance de Ziraldo, Vito Grandam.

 Foto: Estadão

Uma das grandes vitrines na carreira de Ziraldo foi, sem dúvida, o semanário O Pasquim, do qual foi um dos fundadores. Foi o mais conhecido jornal da imprensa alternativa dos anos 70 e 80. Circulou de junho de 1969 a novembro de 1991 e teve mais de mil edições. Em 2002, o Pasquim voltou a ser publicado sob o comando de Ziraldo. “A pretensão do novo Pasquim é, por meio de um jornal de humor, “apresentar uma visão de Brasil diferente da do pensamento único”, afirmou na época do lançamento.

O Pasquim, 25/6/2002 - Álbum de fotos de Ziraldo

 Foto: Estadão

“Em entrevista ao Estado em 6/10/2007: “É preciso ter consciência da transitoriedade das coisas, isso ajuda a envelhecer”.

 Foto: Estadão

"Criança é o ser mais interessante do mundo para mim. Estão descobrindo o mundo, têm ideias próprias, são espertas. São pequenos seres que poderiam tomar conta do mundo, não têm a maldade do adulto”. Ziraldo, em entrevista ao JT em 2009.

 Foto: Estadão
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.