‘Ar-condicionado caseiro’ para amenizar o calor é seguro? Veja o que diz especialista

Em geral, soluções que envolvam o contato da eletricidade com água apresentam perigo e devem ser evitadas

PUBLICIDADE

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura

Na tentativa de driblar o calor excessivo que tem atingido diversas cidades do País, incluindo São Paulo, que registrou 37,1ºC na tarde de domingo, 12, alguns vídeos em redes sociais têm ensinado os internautas a criarem um “ar-condicionado caseiro” com gelo e ventilador, sem apresentarem as orientações de segurança que envolvem a técnica.

Em um deles, a pessoa coloca gelo dentro de uma caixa de isopor. Usando um pedaço de cano e parte de uma garrafa pet, faz a conexão entre o ventilador e a caixa de gelo. No método apresentado, apesar dos riscos, o objetivo é resfriar a corrente de ar criada pelo ventilador, pois o equipamento apenas faz circular o ar presente no ambiente.

PUBLICIDADE

“A alternativa apresentada pelo autor do vídeo tem alguns riscos devido à falta de isolação necessária entre a caixa de isopor e o ventilador, o qual possui equipamentos eletrônicos e também é conectado à energia elétrica”, adverte Mariana Rodrigues Villarim, professora do curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê).

Em outro vídeo, são improvisadas uma bombona plástica (normalmente usada para transportar gasolina) e até uma dobradiça de porta, além de um pequeno ventilador portátil.

Também circula nas redes sociais um modelo de “ar-condicionado caseiro” no qual é feita uma conexão entre um ventilador convencional e a geladeira por meio de um tubo de plástico.

A especialista lembra que, se por acaso partículas de água forem transportadas para o equipamento, isso pode queimá-lo e até causar risco de incêndio ao entrar em contato com a rede elétrica.

“Soluções que envolvam o contato da eletricidade com água apresentam perigo. Se não tiver certeza da segurança e da proteção elétrica da ideia que você teve, melhor evitar e pesquisar algumas soluções mais indicadas e seguras. Há opções mais seguras, mesmo usando blocos de gelo, sem estar em contato direto com o sistema elétrico do ventilador”.

Publicidade

Vídeos em redes sociais têm ensinado os internautas a criarem um ‘ar-condicionado caseiro’ com gelo e ventilador, sem apresentarem as orientações de segurança que a técnica envolve. Foto ilustrativa. Foto: Monika Wisniewska Amaviael/Adobe Stock

Veja a seguir algumas dicas seguras para deixar o ambiente mais fresco:

  • Faça grandes blocos de gelo. Use panelas para auxiliar e faça blocos de gelo gigantes. Coloque esses blocos na frente do seu ventilador e ele irá soprar um ar mais fresco até você. É bem mais seguro, visto que a bacia de gelo não estaria em contato direto com o sistema elétrico do ventilador;
  • Outra opção é colocar garrafas pets com água gelada na frente e ficar repondo. Uma dica importante é colocar uma toalha embaixo da bacia ou das garrafas para que ao esquentar gradativamente, a água não se espalhe pelo ambiente e chegue ao ventilador;
  • Espalhe toalhas molhadas e bacias de água pelo ambiente para ajudar a umedecer o ar seco;
  • Desconecte os aparelhos eletrônicos. Essa deve ser a dica mais difícil de ser seguida nos dias de hoje, mas os aparelhos eletrônicos, como a televisão, liberam calor, então o ideal é desligá-los, assim você vai conseguir diminuir o calor liberado no ambiente.
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.