PUBLICIDADE

Criança atingida por televisão em escola segue internada em SP

Criança ferida na quarta-feira, 19, passou por uma tomografia e permanece na UTI do Hospital Geral de Pirajussara

Por Gheisa Lessa - O Estado de S. Paulo
Atualização:

Texto atualizado às 16h24.

PUBLICIDADE

SÃO PAULO - O menino de cinco anos que foi atingido na cabeça por uma televisão dentro de uma escola municipal de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, continua internado nesta sexta-feira, 21, em estado estável.

A criança, ferida na última quarta-feira, 19, passou por uma tomografia e permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Pirajussara. O caso foi registrado como lesão corporal culposa.

O acidente foi registrado pelos pais do aluno acidentado, Marcelo Cardoso dos Santos e Katia Pereira Cardoso dos Santos, foram ao 1º Distrito Policial da região. Em depoimento, o pai da criança diz não ter sido devidamente informado do ocorrido, tomando conhecimento do acidente pelo motorista do transporte escolar que levaria o menino para casa.

Ao chegar na Escola Bidu, no Jardim Freitas Júnior, Santos diz ter recebido informações incoerentes. Alguns funcionários disseram que o aparelho estava preso à parede por um suporte, enquanto outras pessoas afirmaram que a televisão ficava sobre uma estrutura móvel. Em nota, a Prefeitura de Taboão da Serra afirma que durante a saída dos alunos da sala de aula, por volta das 18h30 de quarta, a criança esbarrou em um rack de vídeo causando a queda do aparelho.

De acordo com a prefeitura, todas as providências foram tomadas, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e socorreu o aluno. A Secretaria de Segurança Pública registrou que a vítima primeiramente foi levada ao Pronto Socorro Antena e, devido a gravidade dos ferimentos, acabou transferida ao Hospital Pirajussara, onde está internada até esta sexta.

A Polícia Civil investiga as causas do tombamento da televisão e solicitou perícia técnica, realizada na manhã e tarde da última quinta-feira, 20, no local. A Secretaria de Educação lamentou o ocorrido e presta assistência à família do aluno e à professora que acompanhava a turma no momento do acidente. As aulas não foram suspensas e acontecem normalmente nesta sexta.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.