PUBLICIDADE

Criança esquecida no carro faria um ano no dia 27

Por Elder Ogliari
Atualização:

Uma menina de 11 meses morreu de desidratação por ter sido esquecida pelo pai, o delegado de polícia José Enilvo Soares de Bastos, dentro de um automóvel Golf em Santa Rosa, no noroeste do Rio Grande do Sul, durante a tarde de quinta-feira (17). O corpo foi sepultado nesta sexta-feira em Giruá, cidade da mesma região onde vivem os familiares da mãe, em clima de comoção.A criança completaria um ano no próximo dia 27 e a família já preparava a festa de aniversário. A Polícia Civil vai abrir inquérito para apontar a causa exata e as circunstâncias do óbito, mas acredita que Bastos vá receber perdão judicial por não ter tido intenção e estar em situação de grande sofrimento.O esquecimento ocorreu no início da tarde. Bastos saiu de casa para deixar a filha única Alice na creche, mas acabou indo direto para o trabalho. Ao chegar à delegacia, estacionou e fechou o carro e foi para seu gabinete. Durante a tarde, acompanhado de colegas, saiu para uma diligência. Por volta das 18 horas recebeu um telefonema da mulher, que estava na creche e havia sido informada de que a criança não havia sido levada para lá.Bastos voltou imediatamente para a delegacia e, ao ver a filha dentro do veículo, ficou em estado de choque. A criança foi retirada por colegas do policial e encaminhada, junto com o pai, para o Hospital Vida & Saúde. As tentativas de reanimação, feitas durante quase uma hora, não deram resultado. Desesperado, o delegado ficou internado e foi medicado com calmantes, sob assistência de uma psiquiatra.O corpo de Alice foi velado no salão paroquial da Igreja Matriz de Santa Rosa e levado para Giruá, a 24 quilômetros, às 15 horas. O pai saiu do hospital por volta do meio-dia para acompanhar os atos fúnebres. Colegas do delegado disseram à imprensa local que ele estava muito envolvido com o trabalho nos últimos dias. Casos semelhantes ao de Alice ocorreram recentemente no Brasil. Em maio de 2011, um técnico em informática esqueceu a filha de sete meses dentro do carro em Novo Hamburgo (RS). Em novembro de 2012, um comerciante também esqueceu uma menina de dez meses em Volta Redonda (RJ). As crianças morreram.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.