Como era gostoso o meu pré-sal

PUBLICIDADE

Por danielpiza
Atualização:

Ulalá! O Dia da Pátria foi de la Patrie? Enfim descobrimos para onde vai o dinheiro do pré-sal? A justificativa técnica para a opção pelos 36 caças franceses - que haverá transferência de tecnologia, como se não se pudesse negociar assim com os outros - não explica nada. Não explica essa arrogância de emergente que sonha ter uma indústria bélica, alegando que seus novos recursos com petróleo exigem esse arsenal. Nem é preciso falar nas carências sociais, ou de infra-estrutura; basta pensar que o Brasil tem uma indústria naval sucatada e atrasada. Fechar contrato de R$ 37 bilhões (três anos de Bolsa Família) com os franceses, além dos velhos laços do nacionalismo tropical com o país de Comte, mais uma vez soa a governo Médici, a retórica faraônica. Mas e daí, certo? Quem vai pagar as contas não é o atual governo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.