PUBLICIDADE

Enchentes em Cuba foram as piores em 40 anos

Segundo governo, prejuízo foi de US$ 500 milhões; uma pessoa morreu.

Por BBC Brasil
Atualização:

As enchentes que atingiram Cuba na semana passada foram as piores dos últimos 40 anos, informaram as autoridades cubanas. De acordo com dados publicados no jornal oficial Granma, pelo menos uma pessoa morreu e 22 mil casas ficaram destruídas ou danificadas pelas fortes chuvas provocadas pela tempestade tropical Noel. A vítima foi identificada como Yusmani Tames González, que teria morrido ao tentar atravessar um rio na província de Granma. Em outros países do Caribe, Noel deixou 142 mortos. Das 80 mil pessoas que foram retiradas das suas casas na semana passada, metade ainda não pôde voltar para casa. Milhares de quilômetros de estradas foram destruídos e plantações de cana e café foram alagadas ou danificadas. As autoridades cubanas estimaram o prejuízo em US$ 500 milhões. As chuvas provocadas por Noel castigaram o leste do país do dia 11 de outubro a 5 de novembro. Cuba não passava por enchentes tão devastadoras desde 1963, quando o furacão Flora deixou mais de 1,1 mil mortos e destruiu mais de 11 mil casas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.