PUBLICIDADE

Equipe de TV é acusada de levar epidemia a tribo peruana

Produtores britânicos teriam tido contato com índios isolados da Amazônia.

Por Da BBC Brasil
Atualização:

Uma equipe de televisão britânica foi acusada de iniciar uma epidemia de gripe numa tribo isolada da Amazônia peruana que teria deixado quatro índios mortos e vários outros em estado grave de saúde. A organização indígena regional Fenamad afirmou que dois funcionários da produtora Cicada Films - que faziam uma pesquisa para escolher o lugar onde seria filmado um reality show para o Discovery Channel - viajaram para áreas isoladas apesar de terem sido alertados de que não deveriam fazê-lo. Segundo informações da ONG Survival, que trabalha pela proteção de povos indígenas, um antropólogo americano que esteve com a equipe na tribo Matsigenka em Yomybato - local que os produtores tinham permissão para visitar - disse que os britânicos ficaram desapontados com a "ocidentalização" dos índios de lá e decidiram ignorar a proibição de contato com tribos mais isoladas na floresta. Numa declaração por escrito, o antropólogo Glenn Shepard afirmou ter avisado a equipe de que essa decisão colocaria em risco a vida dos índios devido à falta de contato deles com doenças trazidas pelo homem branco. Audiência A Cicada Films, no entanto, nega enfaticamente as acusações, alegando não ter visitado as áreas protegidas e dizendo que nas tribos onde a equipe esteve já havia pessoas com sinais de doenças respiratórias. "De qualquer maneira, nenhuma epidemia foi oficialmente anunciada", diz a declaração da produtora britânica. Para Stephen Corry, diretor da Survival, o sucesso de programas de televisão retratando a vida de povos indígenas de forma cuidadosa, como na série de documentários Tribe, da BBC, acabou gerando uma onda de produções televisivas de mau gosto sobre o tema. "Essa polêmica sublinha como os interesses e o bem-estar das populações tribais podem ser colocados em risco por reality shows em busca de audiência", afirmou Corry. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.