PUBLICIDADE

Finalistas do Jabuti são anunciados

Dois repórteres e um cronista do 'Estado' estão entre os 290 indicados ao tradicional prêmio literário; resultado final sai em novembro

Foto do author Maria Fernanda Rodrigues
Por Maria Fernanda Rodrigues
Atualização:

Autores consagrados, como Dalton Trevisan, o mais recente Prêmio Camões, e Lygia Fagundes Telles, e jovens talentos, como Julián Fuks e Luisa Geisler, concorrem ao 54.º Prêmio Jabuti, um dos mais prestigiosos do mercado editorial brasileiro, único a contemplar todos os aspectos do livro, do projeto gráfico ao conteúdo, e que abrange as mais diversas áreas, entre as quais economia, educação, psicologia, fotografia e ciências exatas. Os 10 finalistas das 29 categorias foram anunciados ontem pela Câmara Brasileira do Livro. No dia 18 de outubro serão revelados os três primeiros colocados - o autor do melhor livro de cada categoria ganha R$ 3,5 mil e a estatueta; os demais ganham apenas o troféu. Na premiação, em 28 de novembro, na Sala São Paulo, serão conhecidos os dois melhores livros publicados em 2011 em Ficção e Não Ficção - os autores ganham R$ 35 mil cada um. Dois jornalistas do Estado concorrem em reportagem: Christian Carvalho Cruz, do Aliás, com o livro Entretanto, Foi Assim Que Aconteceu: Quando a Notícia é Só o Começo de Uma Boa História (Arquipélago), e Leonencio Nossa, com O Rio: Uma Viagem Pelo Amazonas (Record). José Eduardo Faria, editorialista, concorre na categoria direito, com o livro O Estado e o direito depois da crise, da série Direito em Debate (Saraiva). Ignácio de Loyola Brandão, cronista do Caderno 2 e autor de O Menino Que Perguntava (Objetiva), também está entre os selecionados, mas na categoria infantil.Wilson Bueno, morto em 2010, teve seu Mano, A Noite Está Velha, lançado postumamente pela Planeta e selecionado entre os melhores romances. Concorre com Infâmia (Objetiva), de Ana Maria Machado; Procura do Romance (Record), de Julián Fuks; Herança de Maria, de Domingos Pellegrini, e Nihonjin (Saraiva), do professor Oscar Nakasato, que venceu o Prêmio Benvirá de Literatura.Entre os contistas e cronistas, concorrem Lygia Fagundes Telles, com Passaporte Para a China - Crônicas de Viagem (Companhia das Letras); Dalton Trevisan, com O Anão e a Ninfeta (Record); Axilas e Outras Histórias Indecorosas (Ediouro), de Rubem Fonseca; e Contos de Mentira, livro de estreia de Luisa Geisler, vencedor do Prêmio Sesc.Em poesia, Alumbramento (Iluminuras), de Maria Lúcia Dal Farra; Vesúvio (Companhia das Letras), de Zulmira Tavares; e Junco (Iluminuras), de Nuno Ramos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.