PUBLICIDADE

Mulheres do MST fazem passeata pela reforma agrária

Por SANDRO VILLAR
Atualização:

A ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL), disse hoje, durante passeata realizada em Presidente Prudente, por mulheres do MST e de outros movimentos sociais, que está ocorrendo no campo a "favelização rural". "A reforma agrária precisa de crédito e assistência técnica para gerar empregos e distribuição de renda", afirmou. Heloisa Helena disse ainda que nenhum país pode ser civilizado sem reforma agrária e criticou a regularização de terras públicas no Pontal do Paranapanema. "Por que regularizar terras que são do Estado? Se são terras públicas, são do povo. O desbravador tem que provar que a terra é dele", completou Diolinda Alves de Souza, coordenadora da manifestação. Promovida pelo MST, PT, CUT e outras entidades, a passeata reuniu 1,5 mil pessoas, segundo os organizadores. A Polícia Militar calculou em 500 o número de participantes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.