PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O mundo das viagens e as minhas viagens pelo mundo

Bem-estar em Aruba, entre o deserto e o mar azul do Caribe

No centro, o deserto do Arikok, parque nacional de Aruba. Nas bordas, o mar azul do Caribe. Em meio a tudo isso, muitas atividades ao ar livre

Foto do author Nathalia Molina
Por Nathalia Molina
Atualização:

Aquele Caribe azul-turquesa que a gente sonha em conhecer. Aruba é isso. Um toque holandês nos Trópicos. Aruba também é isso. Cavernas a menos de 1 km do mar. Ainda isso é Aruba. Agora, caminhar entre cactos, praticar ioga ao lado de flamingos e ver o pôr do sol num piquenique na areia foi surpreendente. Pude comprovar, no entanto, que felizmente tem mais isso na ilha.

Entre no grupo gratuito de WhatsApp do Como Viaja para receber novidades e dicas na palma da mão, sempre no fim do dia

Arashi Beach, uma das melhores praias do Caribe - Foto: Nathalia Molina @ComoViaja

PUBLICIDADE

Minha visita 20 anos antes já havia deixado uma ótima impressão e rendido uma matéria de capa no suplemento de Turismo que na época eu editava no querido Jornal da Tarde. Comida gostosa, um povo simpático, areia clarinha e água transparente já transformavam o slogan de Aruba, One Happy Island (Uma Ilha Feliz), num presságio verdadeiro.

Mas o desenvolvimento da pequena Aruba - uma extensão de 193 km², pouco menor do que o Paraná - e a busca dos viajantes por turismo de bem-estar, acentuada no pós-pandemia, resultaram em mais passeios para explorar todo o potencial da natureza do país.

Pôr do sol no piquenique  

Piquenique na areia e SUP ioga

Publicidade

Assim surgiu o piquenique na praia ao pôr do sol. Embalada pela necessidade de estar ao ar livre durante o retorno pós-covid, a atividade caiu no gosto do público e continuou a ser realizada. A Picnic Aruba monta uma bonita mesa com menus de queijos e frios, comidinhas para jantar ou saladas e aperitivos veganos. Embora tenha uma pegada bem romântica, o programa também é interessante para famílias e amigos se despedirem da luz natural.

Neste ano, o Renaissance Wind Creek Aruba Resort lançou neste ano uma aula de SUP ioga incluída na diária. Experimentei e - mesmo caindo toda vez em que tentei ficar de pé - gostei de conhecer o exercício, que fiz me equilibrando deitada, sentada e ajoelhada sobre a prancha de stand up paddle.

Esforço para se equilibrar na prancha  

A aula foi dada numa área molhada em frente à piscina da Renaissance Ocean Suites, uma das 2 unidades do hotel. A outra, Renaissance Marina Hotel, onde me hospedei a convite do hotel e do Turismo de Aruba, aceita apenas adultos entre os hóspedes e está localizada na avenida principal da capital, Oranjestad.

Meu quarto no Renaissance  

'Qual é seu oásis particular?' me perguntava toda noite, em inglês, a cabeceira da cama. Nem cheguei a dar um pulinho no cassino, mas registro que ele está a poucos andares de distância. Minha diversão foi mesmo relaxar. Dediquei meia hora de folga durante o dia a um banho de piscina, com vista para o Terminal de Cruzeiros, ao som de DJ.

Siga @ComoViaja no Instagram para acompanhar viagens e informações

Publicidade

Passeio de barco no fim do dia  

Gosto de água sempre, porém amo mesmo é o mar - em Aruba, diga-se, de cor azul como a de uma piscina. Para encerrar um dia à beira-mar, um programa relaxante pode ser curtir o pôr do sol a bordo de um barco. Experimentei o cruzeiro com jantar da Monforte Luxury Cruise, com entrada, 2 pratos e sobremesa, além de todo tipo de bebida incluída.

Praias e parque desértico

Fora da rota de furacões no Caribe e com uma temperatura anual média de 28 graus, Aruba convida o visitante a estar ao ar livre, por si só uma escolha relaxante. Palm Beach é ainda o pedaço com mais alternativas de hospedagem e passeios de barco.

Mais trechos da costa, no entanto, vêm se desenvolvendo turisticamente e ganhando destaque em rankings de viajantes. Em 2023, Eagle Beach foi escolhida a melhor praia do Caribe e a segunda melhor do mundo no Best of The Best Awards do Travellers' Choice do Tripadvisor.

Eagle Beach com famoso fofoti  

Lá fica aquela árvore tortinha à beira-mar, que muita gente chama de divi-divi. É parecida, mas na verdade se chama fofoti. Esse, aliás, é o nome da empresa com que fiz passeios por toda a ilha.

Publicidade

Ponte naturalmente derrubada  

Com a Fofoti, explorei o norte. O trajeto incluiu o Farol Califórnia, com uma parada para ver Arashi Beach, as ruínas de Bushiribana e a Ponte Natural - desta vez, vi derrubada pela força da água (água mole em pedra dura...).

Entre no grupo gratuito de WhatsApp do Como Viaja para receber novidades e dicas na palma da mão, sempre no fim do dia

Ruínas de Bushiribana, no trajeto pelo norte  

Estive ainda no sul da ilha, com um rápido mergulho em Baby Beach. Avisos: lá não tem muita estrutura turística e você vai ver a silhueta de uma antiga fábrica bem na orla.

Depois de Baby Beach, segui para o bairro artístico de San Nicolas, incrivelmente diferente de quando conheci há 20 anos. São tantos grafites pelas construções que já se desenvolveram os temáticos Aruba Mural Tours, capitaneado pela galeria de arte local, a ArtisA.

Arashi e Baby Beach também entraram na lista de praias caribenhas do Travellers' Choice, no 19º e 23º lugar, respectivamente. Para visitá-las, separe um dia para cada, já que ficam em extremos opostos: Arashi, no norte; e Baby, no sul.

Publicidade

Nosso grupo de jornalistas da América do Sul com o divi-divi  

Divi-divi mesmo você vai encontrar no miolinho de Aruba, na parte desértica. O Arikok National Park guarda algumas dessas árvores-símbolo do país. Uma muito antiga pode ser vista numa caminhada pela área, que preserva 20% do território da ilha, com cavernas e pinturas rupestres.

Arikok, parque nacional desértico  

Um dos cenários mais lindos para fotos são os recortes das pedras que se abrem em trechos de areia vistos em Dos Playas e Boca Prins. Bote os pés na orla e molhe. Mas, para banho, há a piscina natural de Conchi, ainda dentro da extensão do Arikok.

Mar e massagem ao ar livre

Banho de mar delicioso tomei na ilha particular Renaissance Wind Creek Aruba Resort. Até a clássica massagem pode ser recebida fora de uma sala, lá no Spa Cove. Também ali experimentei um pouco da aula de ioga ao lado dos famosos flamingos locais.

Massagem fora de uma sala fechada  

Apenas olhar para o horizonte cintilante, sob os coqueiros, já deixa qualquer um zen. Um ponto da administração do hotel oferece pé-de-pato e máscara de snorkel para observar a vida subaquática perto da orla.

Publicidade

Sobre a areia, eu poderia dizer que a única preocupação é decidir se pede o típico Aruba Ariba (com vodka, rum, creme de banana e ponche de frutas) ou se varia no drink. Só que tem outra, animal.

Ioga ao lado de flamingos, na ilha particular do hotel  

Não, não são os flamingos, mas outro bicho tranquilão que pode dar um susto em quem estiver distraído: as iguanas. Elas se confundem com a cor da areia e da espreguiçadeira. Relaxe, só lembre de verificar antes de sentar. Os animais batizam cada uma das 2 praias da bonita ilha particular do Renaissance.

A gente chega lá de barco, num traslado que sai de dentro do hotel ou da marina, dependendo do horário da maré. Na volta, antes de subir para o quarto, dê uma espiada na loja em frente ao embarque e desembarque.

Cosméticos com a babosa local  

A Aruba Aloe Store vende cosméticos produzidos com a renomada babosa da ilha. A planta dá nome ainda ao mês do bem-estar em Aruba. Junho é o Aloe Wellness Month, quando hotéis preparam atrativos especiais ou oferecem pacotes relacionados ao tema.

Para nutrir o corpo

Publicidade

Beber muita água faz bem à saúde? Leve uma garrafinha e esteja à vontade: a água da torneira na ilha é considerada de boa qualidade, dispensando a compra. E o clima seco provoca sede mesmo, ainda mais no centro da ilha, durante o passeio pelo Parque Nacional Arikok.

Uma curiosidade é que a cerveja de Aruba, a Balashi, é produzida a partir da água do mar, após um processo de dessalinização. Não serve para hidratar o corpo, porém, bem gelada, pode ser um alívio diante de tanto calor.

Siga @ComoViaja no Instagram para acompanhar viagens e informações

Balashi, a cerveja com água do mar dessalinizada  

Aspecto muito importante para se sentir bem é comer com qualidade, e isso em Aruba é fácil. A ilha reúne opções de restaurantes com menu orgânico, vegano ou sem glúten.

Frutos do mar e muito azul no The West Deck  

Para relaxar pertinho do mar, adorei almoçar no The West Deck, com deliciosas porções de frutos do mar e drinks. Conhecido restaurante de culinária típica, o Papiamento prepara pratos na pedra quente e um especial Keshi Yena (uma panela de queijo gratinado com carne dentro). Jante também no Taste My Aruba, em Oranjestad, onde o menu de receitas tradicionais muda conforme os ingredientes frescos disponíveis.

Publicidade

Arte e cultura são parte do bem-estar para muita gente (me incluo nessa). Na viagem de 2023, fiz uma interessante visita a pé pelo centro da capital com Renwick Heronimo, curador da Fundación Museo Arubano. Oranjestad mantém poucas construções originais e exibe outras erguidas no mesmo colorido estilo holandês.

Casario reconstruído em estilo holandês  

Numa casinha verde-escura, se esconde o Apotek Speakeasy. Ali a receita de bem-estar prescreve coquetéis autorais. Os Painkillers (analgésicos) do bar limpam o paladar para os Signature Remedy Cocktails. Só visitei a 'farmácia'. Colegas jornalistas da América do Sul provaram os remédios e aprovaram o efeito. Voltei antes para o hotel, caminhando numa noite agradável, satisfeita depois de dias cheios de beleza.

 

CHECK OUT

Bonbini e Masha danki: o papiamento

Bem-vindo e obrigado, as 2 palavras desse título, estão entre as poucas do papiamento que você provavelmente vai aprender na sua passagem por Aruba. Língua original do Caribe holandês, ela tem elementos do espanhol e do português incorporados à sua composição. A maior parte dos habitantes de Aruba fala 4 idiomas, incluindo inglês e espanhol.

Publicidade

Papiamento: restaurante leva o nome do idioma local  

Promessa de felicidade

Para conhecer mais sobre a ilha, além de checar o site oficial, dá para conferir Me Prometo Ser Feliz, podcast em espanhol lançado no segundo semestre pela Aruba Tourism Authority (ATA), órgão responsável pela divulgação da ilha. Ah, também tem Carnaval em Aruba, com desfiles e festas de ruas.

Carnaval de Aruba no grafite em San Nicolás  

Voo com conexão no Peru

Não há voo direto do Brasil para Aruba. Desde o início de dezembro, existe mais uma possibilidade para chegar à ilha com conexão na América do Sul. A Latam lançou uma rota saindo de Lima 3 vezes por semana. O Airbus vai e volta às quintas, aos sábados e aos domingos.

 

QUEM FAZ

Nathalia Molina viaja desde os 5 anos, adora café da manhã e aprecia um bom serviço no turismo. Essencialmente urbana, também tem seus dias de paisagem natural. É jornalista de viagem há 20 anos e ganhou 4 vezes o prêmio da Comissão Europeia de Turismo. Em 2011, criou o Como Viaja: acompanhe no Instagram @ComoViaja, no grupo gratuito no WhatsApp e em comoviaja.com.br

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.