Policial Federal é morto por PM após abordagem em quiosque na Barra da Tijuca

Francisco Elionezimo Braga Oliveira estaria alterado e teria ameaçado pessoas com um arma; PM alega revide e corregedoria acompanha o caso

PUBLICIDADE

Foto do author Marcio Dolzan
Por Marcio Dolzan
Atualização:

Um agente da Polícia Federal foi morto por um policial militar na noite deste domingo, 17, em um quiosque na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Francisco Elionezimo Braga Oliveira, de 38 anos, estaria alterado e foi baleado após responder à abordagem com uma arma em punho.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) foi acionada após receber a informação de que um homem armado estaria ameaçando pessoas em um quiosque na Avenida do Pepê. “No local, o homem foi abordado pelos policiais e após abordagem, o indivíduo ameaçou um dos policiais com uma arma em punho e houve revide”, declarou a PM.

Caso é investigado pela Delegacia de Homicidios da capital Foto: Reprodução/Google Street View

PUBLICIDADE

Francisco morreu na hora. Uma mulher que o acompanhava foi atingida nas nádegas e levada ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, também na Barra. Ela não corre risco de morte.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que realizou perícia no local. A arma do PM que efetuou o disparo e a do policial federal foram recolhidas. A Corregedoria da Polícia Militar também acompanha a ação. Imagens das câmeras corporais dos PMs que atuaram na abordagem serão analisadas.

Em outubro, Francisco ajudou uma menina de 7 anos que havia se engasgado em um restaurante em Brasília. A menina chegou a ficar desacordada, mas o agente da PF salvou a menina com manobras de primeiros socorros. A ação lhe rendeu uma Medalha da Defesa Civil, entregue pelo governo do Distrito Federal no início deste mês.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.