PUBLICIDADE

Problemas revoltam integrantes da Vila Isabel

Por Mariana Sallowicz
Atualização:

Integrantes da Unidos de Vila Isabel encerraram o desfile em clima de revolta por causa de problemas na entrega das fantasias. Muitos reclamavam que passaram o dia no barracão da escola desde a manhã e, mesmo assim, não conseguiram o traje completo.O comerciário Márcio Oliveira, 35, contou que ficou no local das 11h às 1930, mas o adereço da cabeça não foi entregue. Ele desfilou na ala Guerreiros Africanos. "Gastei R$ 170, participei dos ensaios. Foi um grande desrespeito", disse. Oliveira afirmou ainda que esta será a última vez que sairá pela escola.O cabeleireiro Claudio Ribeiro, 50, também ficou sem o adereço. "É uma pena porque a escola é muito boa, mas o pessoal é muito desorganizado". Claudio também chegou de manhã no barracão para buscar a fantasia.Outro integrante da Vila Isabel que estava inconformado era o guia de turismo Gabriel Souza, 26. Ele pagou R$ 110 e estava no primeiro carro da escola, o Navio Negreiro. "Como pode uma escola que foi campeã do ano passado entregar a fantasia no dia do desfile? Nem escola da série A faz isso", reclamou. Souza chegou às 9h no barracão para buscar a fantasia, mas só saiu com o adereço da cabeça.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.