PUBLICIDADE

Quatro pessoas morrem após serem encontradas passando mal dentro de BMW em Balneário Camboriú

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Estado, vítimas sofreram paradas cardiorrespiratórias; caso é apurado pela Polícia Civil

Foto do author Ítalo Lo Re
Por Ítalo Lo Re
Atualização:

Três homens e uma mulher morreram após serem encontrados passando mal no começo da manhã desta segunda-feira, 1º, dentro de uma BMW estacionada no Terminal Rodoviário de Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Estado (CBMSC), as vítimas, que tinham de 16 a 24 anos, sofreram paradas cardiorrespiratórias. Houve tentativas de reanimá-las por volta de 7h30, mas elas não resistiram. O caso é apurado pela Polícia Civil.

Carro em que jovens estavam em Balneário de Camboriú, em Santa Catarina Foto: PM-CSC/Divulgação

PUBLICIDADE

O delegado plantonista Bruno Effori afirmou ao Estadão que o grupo era composto por amigos e familiares de Paracatu, município no interior de Minas Gerais. Eles haviam passado o réveillon em Balneário Camboriú e estavam voltando para São José, município onde estavam hospedados.

Após a festa da virada, um carro seguiu com parte da família para a cidade vizinha e outro, com as quatro vítimas, foi para a rodoviária de Balneário Camboriú por volta de 3h. O objetivo era buscar uma quinta pessoa, que havia chegado de ônibus de Minas.

Assim que estacionaram no local, porém, os quatro passageiros começaram a passar mal dentro do carro. Com isso, o grupo optou por aguardar um pouco por lá mesmo após a chegada da pessoa que haviam ido buscar, mas não houve melhora. O resgate, então, foi acionado.

O Corpo de Bombeiros afirma que as mortes foram decretadas no próprio local, “após 40 minutos de procedimentos avançados de reanimação” por integrantes da corporação e socorristas do Samu. Conforme a corporação, a causa das paradas cardiorrespiratórias ainda é desconhecida.

As vítimas são uma mulher, de 19 anos, e três homens, de 16, 21 e 24 anos. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil e o Polícia Científica foram acionadas para dar continuidade aos trâmites de investigação e perícia.

Publicidade

Uma das hipóteses da Polícia Civil é que as mortes teriam ocorrido por uma intoxicação decorrente de uma falha mecânica do veículo. Após a ocorrência, familiares das vítimas relataram que a BMW havia passado por uma adulteração recente no escapamento, informação que agora é apurada pela polícia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.