PUBLICIDADE

Diretor de ‘Parasita’ Bong Joon-ho pede investigação mais completa sobre morte do ator Lee Sun-kyun

Estrela do filme vencedor do Oscar foi encontrado morto dentro de um carro em um parque central de Seul, na Coreia do Sul

Foto do author Redação
Por Redação

Alerta: a reportagem abaixo trata de temas como suicídio e transtornos mentais. Se você está passando por problemas, veja ao final do texto onde buscar ajuda

AP - O diretor de Parasitea, vencedor do Oscar, Bong Joon-ho, e outros artistas da Coreia do Sul pediram uma investigação minuciosa sobre a morte do popular ator Lee Sun-kyun, que interpretou o chefe de uma família rica no filme de sátira de classe.

Lee Sun-kyun foi encontrado morto dentro de um carro na Coreia do Sul.  Foto: Son Hyun-kyu/Yonhap/AP

PUBLICIDADE

Lee, 48 anos, foi encontrado morto em seu carro no dia 27 de dezembro, no que é amplamente visto como um suicídio, após uma intensa investigação policial de semanas sobre seu suposto uso de drogas.

Em uma coletiva de imprensa transmitida em rede nacional na sexta-feira, Bong e outros artistas, escritores, intérpretes e produtores questionaram por que a polícia convocou Lee repetidamente na presença de câmeras de TV e se eles haviam vazado informações inadequadas sobre a investigação para a mídia. Eles também questionaram se os meios de comunicação haviam sensacionalizado demais as reportagens sobre a vida privada de Lee que não tinham relação com a investigação sobre drogas.

“Pedimos às autoridades relevantes que investiguem completamente se houve algum problema com a segurança (das informações) na investigação policial”, disseram em um comunicado.

Eles disseram que Lee havia sofrido um “grave assassinato de caráter” antes de sua morte e pediram revisões das leis para proteger os direitos humanos em investigações criminais.

A polícia estava investigando alegações de que Lee usou drogas ilegais na residência de uma anfitriã de bar.

Publicidade

Lee insistiu que foi enganado para tomar as drogas e que não sabia o que eram, de acordo com a mídia sul-coreana. A investigação levou a uma extensa cobertura de tabloides sobre Lee e rumores on-line não confirmados sobre sua vida privada. Lee entrou com um processo contra duas pessoas, incluindo a anfitriã, alegando que elas o chantagearam.

“Parasite” ganhou o Oscar de melhor filme e três outras categorias em 2020. Foi o primeiro filme em outro idioma que não o inglês a ganhar o prêmio de melhor filme na história do Oscar e foi o primeiro filme sul-coreano a ganhar um Oscar.

Lee, que é um ator popular na Coreia do Sul há muito tempo, foi indicado ao prêmio de melhor ator no International Emmy Awards por sua atuação no thriller de ficção científica “Dr. Brain” no ano passado.

A Coreia do Sul tem leis rigorosas contra as drogas e há muito tempo tem a maior taxa de suicídio entre os países desenvolvidos. O país sofreu uma série de suicídios de celebridades envolvendo estrelas do K-pop, políticos proeminentes e executivos de negócios. Muitos dos suicídios de celebridades foram atribuídos a comentários on-line maliciosos e abusivos e ao cyberbullying severo.

Onde buscar ajuda?

Se você está passando por sofrimento psíquico ou conhece alguém nessa situação, veja abaixo onde encontrar ajuda:

Centro de Valorização da Vida (CVV)

Se estiver precisando de ajuda imediata, entre em contato com o Centro de Valorização da Vida (CVV), serviço gratuito de apoio emocional que disponibiliza atendimento 24 horas por dia. O contato pode ser feito por e-mail, pelo chat no site ou pelo telefone 188.

Canal Pode Falar

Iniciativa criada pelo Unicef para oferecer escuta para adolescentes e jovens de 13 a 24 anos. O contato com o Canal Pode Falar pode ser feito pelo WhatsApp, de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h.

Publicidade

SUS

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) são unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) voltadas para o atendimento de pacientes com transtornos mentais. Há unidades específicas para crianças e adolescentes. Na cidade de São Paulo, são 33 Caps Infantojuventis e é possível buscar os endereços das unidades nesta página.

Mapa da Saúde Mental

O site Mapa da Saúde Mental traz mapas com unidades de saúde e iniciativas gratuitas de atendimento psicológico presencial e online. Disponibiliza ainda materiais de orientação sobre transtornos mentais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.