PUBLICIDADE

Lars Von Trier, diretor de 'Dogville', é diagnosticado com Parkinson

Segunda informações de sua produtora, cineasta 'está de bom humor e passando por tratamento para seus sintomas'

Por EFE
Atualização:

O cineasta dinamarquês Lars Von Trier, de 66 anos, foi diagnosticado com a doença de Parkinson, segundo informou nesta segunda-feira, 8, a Zentropa, produtora fundada por ele e com a qual esteve associado ao longo da sua carreira artística.

"Lars está de bom humor e passando por tratamento para seus sintomas. O trabalho para terminar Riget Exodus continuará como planejado", disse a produtora em comunicado.

Riget Exodus é uma série de TV que continua a saga iniciada na década de 1990 por Riget (O Reino), muito popular na Dinamarca, e será exibida fora de competição no Festival de Cinema de Veneza este mês.

O diretor dinamarquês Lars von Trier Foto: Stephane Mahe/ Reuters

PUBLICIDADE

A Zentropa explicou que, devido à sua doença, Von Trier só participará "de forma limitada" em entrevistas relacionadas com a estreia do seu próximo trabalho.

A produtora justificou a divulgação da doença para evitar possíveis especulações sobre o estado de saúde do diretor antes da estreia.

Cofundador do movimento conhecido como Dogma, Von Trier é um dos mais prestigiados cineastas europeus vivos, com uma sólida carreira de três décadas nas quais dirigiu títulos como Ondas do Destino, Dançando no Escuro, Dogville, Anticristo e Melancolia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.