PUBLICIDADE

Pedro Pascal e Kristen Stewart são destaque no Festival de Sundance

Maior festival de cinema independente dos Estados Unidos ocorre de 18 a 28 de janeiro, em Utah

Por Andrew Marszal
Atualização:

Os atores Pedro Pascal e Kristen Stewart, assim como os aclamados diretores Richard Linklater e Steven Soderbergh, estão na lista de estrelas que se encontram nas montanhas de Utah nesta quinta-feira, 18, para o início da 40ª edição do Festival de Cinema de Sundance. O Festival de Sundance começou na quinta-feira, 18, e termina em 28 de janeiro.

Kristen Stewart em novo trailer de 'Love Lies Bleeding', do estúdio A24 Foto: Reprodução de vídeo/ A24

PUBLICIDADE

Celebrado nos estados montanhosos, no noroeste dos Estados Unidos, com temperaturas abaixo de zero e uma altitude de 2.150 metros, o festival co-fundado por Robert Redford será o palco de estreia para os filmes independentes mais esperados do ano.

A seleção da América Latina incluirá produções do México, Peru e Brasil, todas centradas em dinâmicas sociais e questões de gênero.

O festival também apresentará dezenas de novos documentários abordando tópicos como inteligência artificial (IA), o futuro da democracia americana ou o panorama da comunidade LGBT+.

Obras independentes - enquanto filmes como o documentário de Lionel Richie, A Noite que Mudou o Pop, e a comédia dramática de Laura Linney, Suncoast, já garantiram suas estreias com estúdios como Netflix e Disney, outros esperam encontrar canais de distribuição no festival - um espaço crucial para chegar à Hollywood e além.

Confira abaixo o trailer de Suncoast, estrelado por Nico Parker e Woody Harrelson:

“Espero que consigamos distribuição com alguém que permita uma exibição no cinema antes de ir para o streaming”, disse June Squibb, a atriz de 93 anos de Thelma, uma comédia de ação que impactou antes mesmo de sua estreia na primeira noite do festival, anunciada como um Missão: Impossível da terceira idade.

Publicidade

Outra estreia da noite de quinta-feira é Freaky Tales, do chileno-americano Pedro Pascal, que narra uma série de histórias interconectadas situadas em Okland e ocorridas no mesmo dia, em 1987, envolvendo adolescentes punks, nazistas “skinhead”, uma estrela da liga nacional de basquete e uma batalha de rap.

A estrela de Crepúsculo, Kristen Stewart, chega com dois filmes que se destacam entre os 85 lançamentos mundiais de Sundance. “Serão dois dos filmes mais comentados do Festival”, previu o diretor de programação, Kim Yutani. Love Lies Bleeding retrata um romance violento e criminoso entre a gerente de uma academia e uma fisiculturista bissexual. Confira o trailer oficial abaixo:

Enquanto Love Me, no qual Stewart contracena com Steven Yeun (da série Treta), foi apresentado misteriosamente como um relacionamento virtual entre “uma boia e um satélite” em um mundo pós-humano.

Entre outros destaques do festival de cinema independente, A Real Pain foi dirigido e interpretado por Jesse Eisenberg que, ao lado de Kieran Culkin, da série Succession, conta a história de primos incompatíveis que visitam a terra natal de sua avó polonesa.

Em The Outrun, outra obra esperada, Saoirse Ronan vive uma alcoólatra que retorna de Londres para as Ilhas Órcadas, na Escócia, uma região pouco habitada, como parte de sua recuperação.

Saoirse Ronan em seu novo filme, 'The Outrun' Foto: Reprodução/ The Outrun Film Ltd - Roy Imer

Os queridinhos do Sundance, Soderbergh e Linklater, retornam a Park City com seus projetos mais recentes.

Soderbergh traz Presence, um drama arrepiante ambientado nos subúrbios, estrelado por Lucy Liu. Já Linklater oferece a série documental God Save Texas, sobre sua cidade natal.

Publicidade

América Latina

Entre as produções latino-americanas, destacam-se filmes do Peru, México e Brasil.

Malu, a estreia do brasileiro Pedro Freire, aborda a relação mãe e filha através das idas e vindas de uma atriz desempregada que mora com sua mãe em uma favela do Rio de Janeiro.

Sujo, das mexicanas Astrid Rondero e Fernanda Valadez, foca na vida de órfão, vítima da violência que assola o interior do país, e como isso define sua vida.

A diretora peruana-suíça Klaudia Reynicke-Candeloro exibe Reinas, ambientado no caos social e político do Peru em 1992, no qual duas irmãs, ao lado da mãe, buscam uma maneira de escapar para os Estados Unidos.

No drama In the Summers, dirigido pela colombiana-americana Alessandra Lacorazza, René “Residente” Pérez Joglar tem sua estreia no cinema como o pai de duas jovens latinas que lutam entre a ilusão e a realidade de uma vida de vício.

No gênero documentário, a mexicana Carla Gutiérrez traz Frida, uma nova perspectiva sobre a vida da aclamada pintora, inspirada em seu diário pessoal.

Sundance oferece, neste ano, vários olhares sobre a IA - um tópico que gera discussão na indústria. O medo de que a IA pudesse substituir roteiristas e atores foi uma parte importante das greves que paralisaram Hollywood no ano passado.

Publicidade

Love Machina examina o impacto positivo da tecnologia, enquanto Eternal You oferece uma visão mais complexa, enfatizando o universo de possibilidades que a IA traz para o setor de startups.

Em pleno ano de eleições nos EUA, o documentário War Game pode fisgar a audiência que verá como chefes de espionagem, funcionários de defesa e políticos americanos lidam com um golpe político após a disputa das eleições presidenciais.

* Estagiária sob supervisão de Charlise de Morais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.