PUBLICIDADE

‘Melhor coisa que aconteceu na minha vida’, diz Milton Nascimento sobre oficializar adoção do filho

Cantor falou sobre adotar Augusto Kesrouani Nascimento pela primeira vez em 2018; Augusto hoje administra a carreira do pai e foi responsável por promover encontro com Paul McCartney

Foto do author Sabrina Legramandi
Por Sabrina Legramandi
Atualização:

O cantor Milton Nascimento falou, nesta sexta-feira, 2, sobre o processo de adoção do filho, Augusto Kesrouani Nascimento, oficializado em 2017. Augusto, hoje, é responsável por administrar a carreira do pai e promoveu o encontro do artista com o músico Paul McCartney durante a vinda do ex-Beatle ao Brasil.

“Augustinho, como filho e empresário, foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida”, declarou o cantor em entrevista à Veja. Milton apresentou o filho durante uma participação no Conversa com Bial em 2018. À época, Augusto tinha 24 anos.

Milton Nascimento comenta processo de oficializar adoção do filho, Augusto Nascimento. Foto: @nascimentomusica via Instagram

PUBLICIDADE

Na ocasião, o artista contou sobre como havia conhecido o filho, então com 13 anos. “Eu conheci o Augusto quando ele tinha 13 anos através de uns amigos de Juiz de Fora e a gente ficou amigo. Soube que ele não tinha uma boa relação com o pai biológico e perguntei: você quer ser meu filho?”, disse.

A adoção foi oficializada pouco após Milton ter passado por um quadro de depressão que o havia afastado dos palcos. “Isso trouxe vida para ele”, comentou Augusto ao Estadão sobre sua oficialização como filho do cantor durante a entrevista do pai no Conversa com Bial.

Augusto presenteou o pai com a certidão de nascimento que o oficializava como seu filho em 2020. “Pai não depende de sangue, cor ou gênero. Pai depende de amor, dedicação, e vontade de estar presente”, declarou o empresário na ocasião.

À Veja, Augusto detalhou o processo de passar a administrar a carreira do cantor. Foi ele quem esteve à frente do sucesso da turnê de despedida de Milton em 2022. “Decidi mostrar como ele é: um ‘vovozinho’ fofo que adora viajar, ver novelas, falar ao telefone e ouvir Beatles”, disse.

O empresário, atualmente, também administra a carreira de nomes como Simone, Maria Gadú e Samuel Rosa. “Até hoje não me acostumei quando Samuel me liga no celular”, brincou ele à revista.

Publicidade

Nos anos 1970, o cantor também se declarou pai de um jovem chamado Pablo, filho de uma ex-namorada. Milton, inclusive, fez uma música para Pablo no álbum Milagres dos Peixes, de 1973.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.