Ana Maria Braga se transforma em Rita Lee no ‘Domingão’: ‘Sinto ela dentro de mim’

Assista ao vídeo em que a apresentadora do ‘Mais Você' interpreta a cantora na ‘Batalha do Lip Sync’ do programa de Luciano Huck

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Ana Maria Braga se caracterizou como Rita Lee para fazer uma homenagem à cantora na Batalha do Lip Sync, quadro do Domingão com Huck, que foi ao ar neste domingo, 24. Acompanhada por bailarinos, ela dançou e dublou a música Lança Perfume (assista ao vídeo abaixo).

Ana Maria Braga caracterizada como Rita Lee no 'Domingão com Huck' de 24 de setembro de 2023 Foto: Reprodução de 'Domingão com Huck' (2023)/TV Globo

PUBLICIDADE

“Sabe que me senti tão emocionada, porque admiro tanto a Rita. Foi uma amiga minha. Não muito ‘chegada’, mas a gente se falava, sempre. Era uma poetisa, uma mulher fantástica. Quando surgiu essa oportunidade, falei: ‘Gente...’. Eu sinto ela dentro de mim!. Admiro muito, gosto dela, para mim ela vive pra sempre nas músicas e na saudade”, destacou.

“Você e Rita Lee são duas mulheres à frente do seu tempo”, destacou Luciano Huck, destacando a trajetória da cantora, que morreu no último dia 9 de maio, aos 75 anos. Ana Maria Braga ainda distribuiu coxinhas e pães de queijo à plateia. O Domingão ainda contou com apresentação de Gil do Vigor, um dos colegas da cozinheira no Mais Você.

Posteriormente, a apresentadora fez outra performance, desta vez como Carmen Miranda, a quem destacou a importância: “Eu queria dizer para quem não conhece essa personagem, Carmen Miranda - porque tem duas gerações que não tiveram a oportunidade de saber quem foi e quem é essa mulher.

Com relação a nós, mulheres do Brasil inteiro. Porque ela foi a primeira mulher a representar o Brasil fora do Brasil e fazer sucesso, como a Anitta faz hoje. E ela era fantástica. Quebrando todas as barreiras e levando o nome do Brasil com um sorriso, com bom humor, qualidade”.

Assista abaixo ao vídeo com a performance de Ana Maria Braga como Rita Lee.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.