PUBLICIDADE

Globo pagará indenização a professora após usar música sem autorização em VT do BBB; entenda

A reportagem entrou em contato com a emissora e com a professora para confirmar a informação, mas não obteve retorno até o momento; o espaço está aberto

Foto do author Redação
Por Redação

A Rede Globo terá que pagar uma indenização à professora Alda Bezerra, de 46 anos, por ter utilizado uma composição da profissional sem a autorização dela durante um VT do Big Brother Brasil 19. A informação foi confirmada pelo Estadão nesta quarta-feira, 17.

A participante Hana Khalil, do BBB 19. Foto: Reprodução de 'BBB 19' (2019) / Globo

PUBLICIDADE

A professora possui um canal de cerca de 281 mil inscritos no Youtube, no qual publica conteúdos educacionais e músicas de sua autoria. Em 2019, a emissora usou um trecho da canção Despedida durante a edição que mostrou a eliminação de Hana Khalil.

Alda entrou na Justiça contra a empresa naquele ano e, em 2020, a Globo foi condenada a indenizá-la. A emissora entrou com recurso, mas antes uma nova decisão fosse divulgada, as partes realizaram um acordo extrajudicial.


O acordo foi aprovado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, em decisão divulgada no último dia 9 de janeiro. De acordo com o colunista Rogério Gentile, do Uol, o valor da indenização é de R$ 100 mil, mais R$ 15 mil em honorários dos advogados.

A reportagem entrou em contato com a emissora e com a professora para confirmar a informação, mas não obteve retorno até o momento. O espaço segue aberto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.