PUBLICIDADE

Publicidade

Bradesco estuda medida judicial para reaver folha da BA

Por Silvia Fregoni
Atualização:

O Bradesco está estudando a adoção de eventuais medidas judiciais para reaver a folha de pagamento dos servidores da Bahia. Hoje, o secretário da Fazenda da Bahia, Carlos Martins, anunciou que as contas da administração estadual vão ser transferidas do Bradesco para o Banco do Brasil. Com a mudança, o pagamento dos cerca de 250 mil funcionários do governo, entre ativos e inativos, passaria a ser feito pelo banco estatal. O Bradesco destaca que, embora estude medidas judiciais, "continua aberto a negociações com o governo do Estado". "O contrato em vigor está revestido de toda a legalidade, inclusive com a adesão do Ministério Público Estadual", afirma o banco em nota divulgada esta tarde. O Bradesco tinha contrato com o governo baiano até 2009, depois de adquirir o Banco do Estado da Bahia (Baneb), em 1999, e não aceitou a proposta de "rompimento amigável" do acordo feita pela secretaria da Fazenda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.