EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

2W espera que futuro IPO dê fôlego a novos investimentos e ciclo de crescimento

Possível reabertura da janela para ofertas na Bolsa é monitorada pela empresa

PUBLICIDADE

Por Wilian Miron
Atualização:
Companhia vê grandes oportunidades com a abertura do mercado livre de energia a novos consumidores. Foto: JF Diorio/Estadão

Uma possível reabertura na janela para aberturas de capital na Bolsa neste ano é monitorada de perto pelos executivos da 2W Ecobank, que nos últimos anos vêm preparando a companhia para realizar seu IPO. De acordo com o diretor-presidente da empresa, Claudio Ribeiro e o vice-presidente de Finanças, André Berenguer, a empresa está pronta para ir à mercado tão logo as condições permitam capturar um valor justo na operação.

PUBLICIDADE

Com a operação, a empresa espera vender cerca de 30% do capital total e levantar aproximadamente R$ 1 bilhão, mantendo o atual bloco de controle da companhia. “Segue nos planos da companhia levantar equity no mercado, prioritariamente através de uma oferta pública. E o recurso serviria para duas coisas basicamente: desenvolvimento da companhia e reperfilamento de uma dívida conversível em ações”, comentou Berenguer ao Broadcast Energia.

Segundo ele, a empresa vê grandes oportunidades com a abertura do mercado livre a novas categorias de consumidores no chamado varejo do mercado livre. Uma primeira fase começou este mês, quando todas as unidades conectadas em alta tensão passaram a ter o direito de escolher seu fornecedor de energia. A expectativa das empresas que atuam nesse segmento é que entre 100 mil e 150 mil empresas façam adesão ao mercado livre nos próximos anos. “Parte dos recursos [da operação] vamos usar para amortização de dívidas, e a outra parte para gerar capacidade e musculatura para crescimento da empresa”.

Este texto foi publicado no Broadcast no dia 17/01/24, às 16h30

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Publicidade

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.