PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Após ano recorde, Brasil vira segundo mercado do app de caronas BlablaCar

Plano da companhia francesa para 2023 é expandir convênios com empresas de ônibus e ampliar oferta de passagens

PUBLICIDADE

Por Gabriel Baldocchi (Broadcast)
Sede da BlaBlaCar, na França; Brasil é destaque no ecossistema da empresa Foto: BlaBlaCar Foto: Davide Leggio/Visit-In

No embalo da reabertura da economia, após a pandemia, o aplicativo de caronas BlaBlaCar registrou no ano passado o melhor desempenho no Brasil desde a estreia local, em 2015. O País se tornou o segundo maior mercado do grupo francês e entrou no topo das prioridades globais para este ano. A plataforma é conhecida por conectar motoristas e passageiros em carros particulares. Mais recentemente, passou a oferecer também a possibilidade de comprar bilhetes de ônibus tradicionais.

Para este ano, a ideia é fortalecer a chamada vocação multimodal do aplicativo, por meio da expansão de convênios com empresas tradicionais de ônibus e a ampliação da oferta de passagens. O shopping virtual (marketplace) com passagens tradicionais foi lançado em 2020, após a identificação de demanda em cidades com baixa cobertura de caronas. Do outro lado, também havia uma percepção de ociosidade nos ônibus de linha.

Parceria com ônibus já conta quase 200 empresas

A BlaBlaCar tem parceria com 188 viações rodoviárias brasileiras. Em 2022, negociou 300 mil passagens, alta de 72% em relação a 2021. Já as caronas cresceram 50%, para um total de 9 milhões de viagens - somente em dezembro, foram 900 mil passageiros. Combinados, os números só ficam atrás da França, sede da companhia.

Operação recebeu aporte de braço financeiro do Banco Mundial

PUBLICIDADE

A expansão brasileira recebeu um reforço no ano passado: um investimento de US$ 15 milhões (cerca de R$ 72 milhões em valores da época) do International Finance Corporation (IFC), braço financeiro do Banco Mundial. “Os resultados de 2022 colocaram o Brasil em um posto ainda mais de destaque no ecossistema global da BlaBlaCar”, afirma Rafaelly Domingues, gerente comercial da companhia no Brasil.

A BlaBlaCar foi concebida na França depois que um dos fundadores teve dificuldades para voltar para a casa da família, no interior, devido à falta de assentos no trens. Ele teve a ideia do aplicativo ao pedir uma carona para sua irmã e perceber que a maioria dos carros que passavam na estrada tinha apenas uma pessoa.

Publicidade

App está disponível em 22 países e tem 100 milhões de participantes

Hoje, o aplicativo de caronas está disponível em 22 países e conta com 100 milhões de participantes na plataforma. A empresa não abre faturamento, mas foi avaliada em US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões) após um aporte recente. O grupo tem hoje 700 funcionários, 30 dos quais no Brasil.

O aplicativo não é o único dos novos negócios de mobilidade a colocar o Brasil entre suas prioridades. O País é um dos principais mercados da Uber, com 30 milhões de usuários brasileiros cadastrados, 1 milhão de motoristas e presença em 500 cidades. Na concorrente chinesa Didi, a sinalização de que o mercado era estratégico se deu pela compra da 99, em 2018.


Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 16/01/2023, às 16h00

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.