PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Banco24Horas avança com equipamentos que permitem saque em dinheiro no comércio

Máquinas Atmo e totem foram lançadas em modo piloto em 2020

PUBLICIDADE

Foto do author Matheus Piovesana
Por Matheus Piovesana (Broadcast)
Valor sacado no Atmo sai do caixa do estabelecimento  Foto: Gustavo Mendes

O Banco24Horas vai acelerar a implantação de dois serviços que permitem o saque no comércio, e dispensam os tradicionais caixas eletrônicos com cofre para o dinheiro vivo. Até o fim de 2023, a marca pretende ter 670 equipamentos espalhados pelo País das linhas Atmo e totem. Será quase o dobro dos 370 que devem estar em funcionamento no fim deste ano. Em caixas, a rede tem mais de 24 mil.

Economia com transporte de valores

PUBLICIDADE

O Atmo é uma maquininha semelhante às de cartão, que permite sacar dinheiro e consultar saldos. O totem oferece mais serviços, mas não tem cofre. Em ambos os casos, os valores sacados pelos clientes saem do caixa dos estabelecimentos. É o que o Banco24Horas chama de saque no comércio, e permite, para os comerciantes e a rede, economizar com o transporte de valores.

As modalidades foram lançadas em 2020, em modo piloto, e movimentaram R$ 105 milhões em saques de lá para cá. A vantagem, segundo a rede bancária, é chegar a locais distantes e com menor infraestrutura. Além, claro, de oferecer saques aos clientes sem os custos de uma agência física ou de um caixa eletrônico tradicional.


Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 24/11/2022, às 16h10

Publicidade

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.