PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Fundos da gestora Verde estão entre signatários de plano da Unigel

Com dívida de R$ 3,7 bilhões, petroquímica conseguiu apoio para reestruturação

Foto do author Cynthia Decloedt
Por Cynthia Decloedt (Broadcast)
Além da Verde, de Luis Stuhlberger (foto), fecharam com a Unigel fundos do chileno Moneda, da gestora Redwood e da Pimco Foto: Denise Andrade/Estadão

Quatro fundos da Verde, gestora do badalado Luis Stuhlberger, estão entre os signatários do plano de recuperação extrajudicial da Unigel, o que permitiu que a companhia usasse esse instrumento jurídico para reorganizar suas finanças. Pela lei, para protocolar um plano de recuperação extrajudicial, as empresas precisam ter consenso de um terço dos credores e, posteriormente, superar os 50% de adesão para que o mesmo seja homologado pelo juiz. Além dos fundos da Verde, fecharam com a empresa fundos do chileno Moneda, que pertence ao Pátria, da gestora Redwood e da Pimco, entre outros.

PUBLICIDADE

A petroquímica conseguiu, depois de meses de negociação, evitar a recuperação judicial, um processo de reestruturação financeira mais longo e penoso. A companhia entregou o plano à Justiça na quarta-feira (21), com uma dívida de cerca de US$ 800 milhões, ou R$ 3,7 bilhões. Agora, a Unigel tem 90 dias para buscar a adesão dos demais credores, que também podem contestar o que foi apresentado.

O plano envolve apenas uma reestruturação financeira e, grosso modo, tem um “haircut” (corte no valor da dívida) de 15%. Prevê também a injeção de recursos por credores de US$ 100 milhões - supostamente envolvendo alguns signatários do plano -, tendo em contrapartida preferência de pagamento, constituição de garantias com ativos e uma fatia de 50% na holding da Unigel.


Este texto foi publicado no Broadcast no dia 23/02/24, às 19h20

Publicidade

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.