Publicidade

Com portos 24 horas, custo com logística deve cair 25%

Por Anne Warth
Atualização:

Os portos de Santos, Rio de Janeiro e Vitória vão começar a operar 24 horas por dia em caráter experimental a partir das 18 horas de hoje e, definitivamente, a partir da próxima segunda-feira (22), segundo informações da Secretaria Especial de Portos (SEP). No dia 3 de maio, os portos de Suape, Paranaguá, Rio Grande, Itajaí e Fortaleza também entrarão em fase de experiência para começar a funcionar 24 horas por dia em caráter definitivo no dia 6 de maio.Esses portos foram escolhidos devido ao volume de carga e veículos que movimentam. Os terminais já ficavam abertos 24 horas por dia, mas as equipes de fiscalização dos órgãos anuentes - Marinha, Polícia Federal, Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), Receita Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) - atuavam apenas em horário comercial.A partir de agora, as equipes de fiscalização desses órgãos também vão atuar 24 horas por dia para liberar cargas. As equipes vão trabalhar de forma integrada e eletrônica para sincronizar o fluxo de cargas com o objetivo de se evitar filas e congestionamento nos portos.De acordo com a SEP, com a medida, o custo com logística deve cair em uma média de 25%. Estudos feitos pela secretaria demonstram que os principais custos envolvidos em operações de logística ineficientes estão associados a atrasos na liberação de cargas. As filas imobilizam navios, trens e caminhões, que ficam à espera de procedimentos burocráticos. "Os ganhos no aumento da agilidade e eficiência portuária se refletem na maior competitividade do País, seja nas exportações e importações, seja na transferência interna de mercadorias, com reflexos no preço final dos produtos aos consumidores", informou a SEP.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.