Publicidade

Comércio prevê aumento de 6% nas contratações para Natal

Previsão de 85 mil contratações para atender um crescimento de 10% no número de pessoas circulando pelos centros de compra em São Paulo neste Natal

Por Agencia Estado
Atualização:

O comércio de São Paulo já começou a se preparar para o Natal. De olho no crescimento das vendas, os comerciantes falam em contratações. A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), que espera uma alta entre 4% e 5% nas vendas na comparação ao mesmo período de 2005, avalia que o número de vagas temporárias nos shoppings também deverá registrar alta de cerca de 6%, em relação ao ano passado, com 85 mil contratações. A Associação prevê ainda que o número de pessoas circulando pelos centros de compra aumentará em 10% neste Natal. Com isso, segundo a Alshop, se possibilita aos lojistas o alcance da meta de aproximadamente R$ 60 bilhões no faturamento nominal previsto. "Alguns shoppings iniciaram sua decoração em outubro esperando aumentar as vendas pela atratividade do clima natalino", afirmou o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, destacando que vestuário e brinquedos são os setores que mais apostam no crescimento. Feriado O comércio espera um aumento das vendas já no próximo final de semana, com o feriado municipal da Consciência Negra, neste dia 20. A Associação Brasileira de Lojistas do Brás (Alobrás) informou que foi passada orientação ao lojistas de que funcionem normalmente, das 8h às 18h. "Não há porque fechar, esta é a melhor época do ano de vendas para o atacado", afirmou Shlomo Shoel, presidente da Alobrás. "Estamos vendo uma bolha de crescimento de consumo bastante grande neste ano, depois de tanto tempo retraído", complementou. Segundo ele, as ruas de comércio do Brás devem receber aproximadamente 200 mil pessoas. "Esse deve ser o melhor final de semana de vendas. Devemos ter um crescimento de 10%, no total, em comparação com o ano passado", disse Shoel. Para Miguel Giorgi Júnior, presidente da União dos Lojistas da 25 de Março e Adjacência (Univinco), este final de semana deve registrar aumento, mas deverá ficar dentro "da normalidade". O centro de comércio mais movimentado do País, que recebeu no feriado desta quarta-feira, 15 de novembro, 700 mil pessoas, espera aumento mais significativo no próximo final de semana de 25 e 26 de novembro. "Esse deverá ser o maior final de semana, com 1 milhão de pessoas", contou Júnior. "Ainda assim, acredito que nesse feriado poderemos ter um movimento acima da média". As lojas estão programadas para funcionar das 8h às 15h, sábado e domingo, e das 9h às 15h, no feriado desta segunda. Segundo ele, 2006 será um dos melhores anos em volume de vendas para os lojistas da 25 de Março. "Devemos finalizar muito melhor do que os últimos anos, com crescimento de 5% a 10%", destacou. As causas para o entusiasmo, de acordo com o presidente da Univinco, estão relacionados ao aumento do salário mínimo e o controle da inflação. "Só isso já dá um impulso de 3% a 4%", avaliou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.