Publicidade

Disney fecha divisão de metaverso

Ao ser extinta, as 50 pessoas empregadas no departamento do mundo virtual foram demitidas

Foto do author Redação
Por Redação

A Walt Disney Company, que nesta semana começou a demitir 7 mil funcionários, cerca de 3% sua equipe, fechará também o seu departamento de metaverso, de acordo com o jornal ‘The Wall Street Journal’.

Essa seção, que empregava 50 pessoas, foi extinta e seus funcionários demitidos, com exceção de seu diretor, Mike White, segundo o jornal.

Disney encerra departamento ligado ao metaverso, de acordo com o The Wall Street Journal Foto: Brendan McDermid/Reuters

PUBLICIDADE

A partir desta divisão, criada há um ano, a empresa buscou o desenvolvimento de estratégias no mundo virtual voltadas para a criação de novas ofertas de consumo. Segundo o ‘The Wall Street Journal’, os planos para a estratégia do metaverso da Disney ainda não foram concluídos, embora a empresa tenha indicado que a nova tecnologia poderia ter aplicações em esportes de fantasia, atrações de parques temáticos e outras experiências.

A Disney se retira assim da corrida ao metaverso, até agora dominada pela Meta (antigo Facebook). O Reality Labs, projeto metaverso da Meta, que inclui dispositivos e software de realidade virtual e realidade aumentada, aumentaram as perdas em 34% em 2022, conforme divulgado pela empresa em fevereiro.

A empresa Meta divulgou seus resultados trimestrais e anual, e em ambos os casos houve quedas acentuadas no lucro e menor receita devido ao aumento de custos e mercado fraco publicidade, que continua a ser a principal fonte de receitas./EFE

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.