Publicidade

Pix fora do ar: usuários relatam falha ao fazer transferência por Nubank, Itaú e outros bancos

Nas redes sociais, instituições financeiras reconhecem ‘oscilação’ e ‘intermitência’ no uso do sistema de transferência e pagamento; Banco Central diz que seus sistemas ‘operam normalmente’

Por Isaac de Oliveira
Atualização:

Clientes de instituições financeiras no Brasil, como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Nubank e Santander, relataram dificuldades e falhas para fazer transferência via Pix nesta sexta-feira, 22. Algumas dessas empresas reconheceram a existência da falha e informaram que tentam solucionar o problema.

Os clientes do Nubank que tentaram selecionar a função Pix no aplicativo receberam uma mensagem informando que a ferramenta estava fora do ar. Segundo a empresa, as operações já foram normalizadas.

Logo do Nubank; aplicativo da fintech apresenta falha para transferência via Pix Foto: Paulo Whitaker/Reuters

PUBLICIDADE

“Não estou conseguindo fazer Pix e nem receber”, escreveu um usuário no Twitter. “Como assim Nubank com o Pix fora do ar? Ainda bem que minha cliente foi honesta e voltou para pagar”, escreveu outro usuário da rede social.

No Instagram, clientes dos bancos também relataram o mesmo problema e o perfil da conta oficial do Nubank deu a seguinte resposta a eles: “Identificamos uma oscilação no Pix, mas já estamos trabalhando para que tudo seja normalizado”.

Procurada pela reportagem para explicar os motivos da falha, o Nubank respondeu que “lamenta o ocorrido e informa que as operações já foram normalizadas.”

Na quinta-feira, o Nubank anunciou uma funcionalidade para fazer compras parceladas no Pix (pagamento eletrônico instantâneo) em até 12 vezes no cartão de crédito.

Clientes do Itaú também mencionaram a impossibilidade de efetuar transferências com Pix nas redes sociais. Às queixas dos usuários, o perfil oficial do banco respondeu que identificou uma “indisponibilidade temporária” e “intermitência” nas operações com o meio digital de pagamento do BC.

Publicidade

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Banco Central (BC) respondeu que os “sistemas do BC operam normalmente” e que a autoridade monetária não comenta sobre a situação dos sistemas dos bancos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.