Residenciais com grife em São Paulo chegam a R$ 45 mil o metro quadrado

Dois dos empreendimentos premiados no Master Imobiliários, da Trisul e SKR, tiveram alta valorização entre o lançamento e a entrega das obras

Publicidade

PUBLICIDADE

Por Débora Ribeiro
Atualização:
5 min de leitura

ESPECIAL PARA O ESTADÃO - Premiados como empreendimento residencial no 29.º Master Imobiliário, o Oscar Ibirapuera, da Trisul, e o Float, da SKR, são projetos autorais que têm a arquitetura como protagonista. Ficam na zona sul de São Paulo, distantes menos de três quilômetros um do outro. É meia hora de caminhada, cruzando dezenas de canteiros de obras entre Moema e Vila Olímpia, que vêm sofrendo intensa transformação urbana.

Lançado em 2019 e entregue no ano passado, o Oscar Ibirapuera foi construído em terreno de 4,2 mil m², na Avenida República do Líbano. “É o mais icônico da Trisul”, afirma o diretor de Marketing e Inteligência de Mercado, Lucas Araújo. “E registrou o maior resultado positivo.” O valor geral de vendas ficou em R$ 350 milhões. No lançamento, o m² era de R$ 24 mil, mas subiu para R$ 45 mil.

Leia também

“A República do Líbano, que permeia os limites do Ibirapuera, tem um valor de m² dos mais altos da América Latina”, avalia o diretor da Trisul. A localização norteou o desenvolvimento do projeto em homenagem a Oscar Niemeyer, traduzido em duas torres – de 19 andares, incluindo térreo e quatro subsolos – de frente para outra obra do arquiteto: o Parque Ibirapuera.

Com vãos livres, formas arredondadas e curvas, usando vidro, metal e madeira, tem 56 apartamentos, entre 186 m² (com 3 suítes e 3 vagas) e 233 m² (4 suítes e 4 vagas), todos com vista para o Ibirapuera. “Um cartão-postal da cidade em cada janela”, como diz o marketing da Trisul. Todas as unidades já foram vendidas, segundo Araújo. Hoje, o preço final varia de R$ 8 milhões a R$ 10,5 milhões.

Para o tributo a Niemeyer, o estúdio global Perkins&Will foi convidado para fazer o projeto arquitetônico, enquanto Benedito Abbud assina o paisagismo e Fernanda Marques, o design de interiores.

Na visão da Trisul, o edifício é releitura do modernismo de modo contemporâneo. Um exemplo é o pavilhão com lajes flutuantes e revestimento em madeira, pilares e um rasgo no teto. “A abertura cria ângulos interessantes”, diz Douglas Tolaine, designer da Perkins & Will. “Moradores podem ver a piscina da janela dos apartamentos”, acrescenta.

No hall, moradores e visitantes passam por “uma marquise com áreas livres, lagos e luz natural filtrada pela vegetação”, descreve Abbud. Segundo o júri do Master, “além de ter localização privilegiada, projeto esmerado e belo paisagismo, o Oscar Ibirapuera foi sucesso absoluto de vendas, coroando a visão de mercado da Trisul”.

Continua após a publicidade

O Oscar Ibirapuera, que presta tributo a Oscar Niemeyer, está localizado na Avenida República do Líbano e tem hoje o m2 a R$ 45 mil.  Foto: Leonardo Finotti/Trisul

O prédio também ganhou prêmio de design residencial no Architecture Master Prize (AMP), em Bilbao, na Espanha. Na sua fase de construção, conseguiu o Selo Aqua HQE, da Fundação Vanzolini, que atesta a sustentabilidade e baixo impacto ambiental, garantindo a saúde e o bem-estar de funcionários e moradores.

É, também, o primeiro empreendimento brasileiro a receber o Selo Procel Edificações Residenciais, certificação de economia de energia criada pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, cujo objetivo é destacar os produtos mais eficientes em termos energéticos.

Pequeno porte

A arquitetura dá o tom na concepção do Float by Yoo, da SKR Arquitetura Viva, projeto concebido como edifício residencial, inovador e arrojado, em um terreno de apenas 850 m² na Vila Olímpia, bairro nobre da zona sul, um dos mais valorizados da capital.

O edifício de pequeno porte foi idealizado em 2013 e lançado só em 2018 depois de 18 estudos diferentes de projeto. A conclusão das obras ocorreu no ano passado.

No espaço limitado, a torre única foi erguida com 14 andares e 29 unidades, de um e dois dormitórios. “Vinte e três já foram vendidas”, informa João Leonardo Castro, diretor de Desenvolvimento e Gestão de Produtos da SKR, que destaca as formas e a concepção espacial do empreendimento como grande atrativo na conquista dos clientes.

Continua após a publicidade

“A arquitetura proposta para o Float by Yoo dispõe de três apartamentos por andar, num arranjo que surpreende pela grande proporção de vazio no core do edifício”, descreve o criador do projeto, arquiteto Angelo Bucci, premiado no Brasil e no exterior.

O empreendimento tem área total construída de 5,36 mil m² e privativa de 2,39 mil m². Seu desenho mescla linhas contemporâneas com toques modernistas, com estrutura em que predominam o concreto e o vidro. O conceito de “flutuar” (Float) vem da distribuição, nos andares, dos apartamentos que não se tocam, separados por um vão central que abre o edifício para o exterior.

O Float by You, na Vila Olímpia, tem 14 andares e 29 unidades.  Foto: Nelson Kon/SKR

São 20 unidades tipo, de 1 dormitório (de 61 a 70 m²), seis duplex de 2 dormitórios (113 a 123 m²) e três coberturas, de 1 quarto (117 m² a 138 m²). “Coberturas e as unidades duplex foram as primeiras vendidas”, revela Castro. No lançamento, o metro quadrado valia entre R$ 22 mil e R$ 24 mil, dependendo da altura do apartamento. Atualmente, o valor está entre R$ 28 mil e R$ 35 mil o m², diz o diretor.

O Float tem paisagismo de Raul Pereira e a decoração assinada por Yoo Studio, um dos maiores estúdios de design do mundo, e pelo escritório franco-brasileiro Triptyque, de arquitetura e urbanismo, conhecido por sua abordagem naturalista e racionalista. Um mobiliário dos designers Philippe Starck (do Yoo) e Marcel Wanders (com estúdio em Amsterdã que assina projetos de interiores e industriais) pode ser visto no térreo, que tem biblioteca, piscina e outros espaços de convivência.

Em seu voto, o júri do Master elogiou “o conjunto de soluções arquitetônicas, paisagismo e design de interiores, que permitiu tirar o máximo partido do imóvel e agregar valor ao empreendimento”.

Float foi premiado como residencial vertical no America Property Awards 2020, e design, e citado no Global Architecture Document 2022 entre os dez melhores trabalhos na categoria de edificações da premiação IABsp 2022, do Instituto de Arquitetos do Brasil de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.