Microsoft amplia lucro em 9% no primeiro trimestre, com alta nas receitas da computação na nuvem

Empresa registrou lucro líquido de R$ 92,6 bilhões nos três primeiros meses do ano

PUBLICIDADE

Por André Marinho

A Microsoft registrou lucro líquido de US$ 18,3 bilhões (R$ 92,6 bilhões) nos três primeiros meses do ano, resultado que representa avanço de 9% em relação ao ganho de US$ 16,7 bilhões (R$ 84,5 bilhões) em igual período de 2022.

Segundo balanço divulgado nesta terça-feira, 25, a empresa teve lucro de US$ 2,45 (R$ 12,39) por ação, acima da previsão de analistas.

A companhia informou ainda ter obtido receita de US$ 52,9 bilhões (R$ 267,7 bilhões) no trimestre encerrado em março, um crescimento de 7% na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior.

Microsoft tem tido bons resultados financeiros, puxados pela computação em nuvem Foto: Brian Snyder / Reuters

PUBLICIDADE

Um dos principais condutores de crescimento da Microsoft nos últimos anos, a divisão de computação em nuvem viu a receita saltar 16% na base comparativa, a US$ 22,1 bilhões (R$ 111,8 bilhões).

“Os modelos de inteligência artificial mais avançados do mundo estão se unindo à interface de usuário mais universal do mundo - linguagem natural - para criar uma nova era de computação”, disse o CEO da empresa, Satya Nadella./Com informações da Dow Jones Newswires

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.