Publicidade

‘Mundo está enfrentando uma ‘policrise’’, diz Haddad em evento do G20

Ministro da Fazenda defendeu necessidade de uma nova e bem coordenada estratégia econômica global

Foto do author Aline Bronzati
Por Aline Bronzati (Broadcast)

Em MARRAKESH (Marrocos) - O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta sexta-feira, 13, que o mundo atravessa um momento crítico e está enfrentando crise atrás de crise, o que chamou de “policrise”. Haddad discursou em um encontro realizado em Marrocos que reúne ministros e presidentes de Bancos Centrais de países do G20. Ele defendeu a necessidade de uma nova e bem coordenada estratégia econômica global, o “multilateralismo do século XXI”.

Fernando Haddad afirmou que o mundo atravessa um momento crítico e está enfrentando crise atrás de crise  Foto: EFE/Andre Borges

PUBLICIDADE

“A economia mundial está num momento crítico. Em vez do triunfo da globalização e de uma ordem mundial liberal centrada no livre comércio, o que vemos hoje é uma crescente fragmentação geoeconômica e um multilateralismo ineficaz, para não falar de uma nova crise da dívida no Sul Global e uma catástrofe ambiental iminente”, disse Haddad.

Ao comentar a situação das regiões, disse que na África e na América Latina, taxas de crescimento moderadas tornam mais difícil resolver desigualdades sociais duradouras. Por sua vez, no Norte Global, os juros poderão permanecer mais elevados durante mais tempo e as perspectivas econômicas continuam ameaçadas por riscos geopolíticos e medidas econômicas unilaterais.

“Além de desafios globais abrangentes como esses, crises locais agudas exigem respostas urgentes e decididas de vários governos e da comunidade internacional como um todo”, disse Haddad.

Segundo ele, à medida que o mundo tropeça de crise em crise, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, propostos em 2015, ficam mais distantes.

“O mundo está enfrentando uma ‘policrise’, para usar um conceito que está se tornando cada vez mais popular”, citando a crise financeira de 2008, a pandemia e a guerra na Ucrânia.

Na sua visão, para fazer face aos efeitos econômicos desta “policrise”, o mundo precisa de uma nova e bem coordenada estratégia econômica global. O mundo precisa do que Haddad chamou de “multilateralismo do século XXI”.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.