Publicidade

Dia do Solteiro: asiáticas preparam ‘esquenta’ da Black Friday no Brasil com descontos de até 80%

Data criada por jovens chineses começou a ser adotada no Brasil em 2017 e tem ganhado cada vez mais relevância; além das asiáticas, empresas de outros países também têm aderido ao 11/11, como Amazon e Kabum!

Foto do author Wesley Gonsalves
Por Wesley Gonsalves
Atualização:

Assim como a Black Friday foi incorporada pelos brasileiros ao calendário oficial de datas de descontos mais importantes do ano, o varejo nacional vai, aos poucos, importando o “Dia do Solteiro”, ou 11/11, conhecido no mundo do e-commerce de cross border - negócios com produtos de diferentes países - como a “black friday da China”.

PUBLICIDADE

Por aqui, as gigantes asiáticas do e-commerce, como Shein, AliExpress e Shopee, aproveitam a data para “esquentar” as vendas antes da Black Friday oficial (24 de novembro), com promoções cujos descontos podem chegar a 80%, além de outros benefícios, como cupons e frete grátis.

O segmento de tecnologia deve ser uma das principais apostas dos marketplaces neste sábado, 11, com os maiores descontos. Como exemplo das ofertas disponíveis está um aparelho de drone no AliExpress, que será vendido com 71% de desconto, por R$ 96 (o preço original é R$ 285), ou uma cadeira gamer que recebeu 58% de desconto e será comercializada por R$ 589 na Shopee (preço original de R$ 1,3 mil)

O “Dia do Solteiro” foi criado na década de 1990 por jovens na China como uma espécie de contraponto ao Dia dos Namorados. De lá para cá, a “comemoração” dos desacompanhados ganhou adeptos e se transformou em uma data fixa do calendário, que impulsiona as compras online em todo o mundo, incluindo o Brasil.

11/11/2020 Galpão para compras online na China, durante o Dia dos Solteiros. Foto: Mark Schiefelbein/AP Photo Foto: Mark Schiefelbein/AP Photo /

O especialista em varejo da Strong Business School (SBS), Ulysses Reis, conta que, apesar de ter sido criada há mais de 30 anos na Ásia, a data de promoções chinesa só desembarcou no País, ainda que timidamente, em 2017, ganhando aos poucos uma maior importância dentro do calendário local de consumo. Desde então, os negócios de chinesas como Shein e Aliexpress ganharam tração no Brasil, o que ajudou a alavancar o Dia do Solteiro no mercado nacional.

“Antes, só a AliExpress fazia campanha desse evento. Agora, outros players estão apostando no marketing para impulsionar o 11/11, com uma série de influenciadores e cantores famosos como garotos-propaganda”, afirma.

Na avaliação de Reis, assim como a adesão à Black Friday no Brasil transformou a data de descontos em uma opção de antecipação das compras que seriam realizadas apenas no Natal, o 11/11 serve como “esquenta” das promoções que virão no fim do mês de novembro durante a comemoração importada dos Estados Unidos. O especialista destaca que, assim como em todo momento de ofertas, o importante para os consumidores é pesquisar antes de comprar.

Publicidade

Cupons, descontos e frete grátis

A varejista de moda Shein é um dos players que usarão as comemorações do Dia do Solteiro como um “esquenta” para os descontos durante a Black Friday oficial. Conforme divulgado, ao longo do mês, serão R$ 22 milhões em descontos divididos entre as duas datas. Neste 11 de novembro, a plataforma oferecerá produtos com até 80% de desconto. Na Black Friday, em 24/11, a ideia é que esses descontos atinjam até 90%.

Considerada como a 'black friday chinesa', data de promoções na China é mais importante, em termos de vendas, do que Black Friday e Natal Foto: ALY SONG

Fora o trabalho de divulgação feito com influenciadores - como Virgínia Fonseca e seu marido, o cantor Zé Felipe - nas redes sociais, a Shein fará sua estreia de campanhas publicitárias na TV aberta com as ativações do 11/11 e da Black Friday na programação da Globo.

Para uma das primeiras companhias a apostar no Dia dos Solteiros em solo nacional, o AliExpress - que pertence ao grupo chinês Alibaba -, o 11 de novembro é considerado como a data mais importante em termos de venda e faturamento em todos os mercados globais em que atua. Supera até os resultados da Black Friday e do Natal.

PUBLICIDADE

“Nos preparamos um ano inteiro para esse momento. Neste ano, vamos fazer o maior investimento na história do Ali para essa data no Brasil”, conta a responsável pela operação do e-commerce no Brasil, Brisa Rocha Bueno. “Queremos mostrar para o consumidor brasileiro o potencial do maior festival de compras do mundo.”

Para atrair os clientes do mundo digital, neste ano, o AliExpress oferecerá um total de R$ 13 milhões em descontos nos itens ofertados no e-commerce, além da possibilidade de frete grátis e entrega em até 10 dias no caso de itens selecionados. Atualmente, o marketplace tem oito voos logísticos semanais da China para o Brasil para fazer as entregas dos produtos comercializados no site.

Para o AliExpress, do grupo Alibaba, dia do solteiro é a principal data comercial do calendário, superando resultados de black friday e Natal Foto: Evgenia Novozhenina/Reuters - 9/7/2020

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Outros negócios aderem ao 11/11

Ainda que o Dia do Solteiro seja uma criação de origem chinesa, a importação da data de descontos para o Brasil também fez com que algumas varejistas de outras nacionalidades introduzissem o evento no seu calendário. É o caso da gigante do e-commerce Amazon, do marketplace de Cingapura Shopee e do site brasileiro especializado em tecnologia Kabum!, que pertence ao Magalu.

Apesar de não atrelar a ativação deste sábado ao Dia dos Solteiros, a Shopee usa sua versão do 11/11 como a data mais importante do ano para a companhia, em termos de oferta de descontos e cupons. Segundo divulgado, a expectativa é de que sejam liberados R$ 10 milhões em vouchers de descontos na plataforma nas compras a partir de R$ 10. Para o dia 24 de novembro, o e-commerce ainda terá a oferta de mais R$ 8 milhões em produtos selecionados, cujos descontos chegarão a 70%.

A Amazon, cuja principal data de descontos é a tradicional Black Friday, também usará a versão chinesa para dar início aos descontos. Com foco nas promoções da Black Friday, a gigante americana dará descontos de até 50% em livros internacionais e 50% em produtos selecionados da Loja Internacional.

Publicidade

Engrossando a lista de empresas não asiáticas a aderir ao Dia do Solteiro, o Kabum! aposta na data para alavancar as vendas de aparelhos eletrônicos que serão ofertados no site com 11% de desconto no dia. Conforme divulgado pela companhia, além dos itens já remarcados, o e-commerce pretende divulgar na rede social X (antigo Twitter), ao longo do dia 11, as ofertas surpresas de aparelhos selecionados que serão comercializados por R$ 11, em alusão à data.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.