Publicidade

Latam retoma a partir de outubro voo Santiago-Sydney, sua rota direta mais longa

Rota operou entre 2019 e 2020, mas foi suspensa devido à pandemia de covid-19; destino para a Oceania foi retomado pela companhia em setembro de 2023 por meio da rota Santiago-Melbourne

Foto do author Clayton Freitas
Por Clayton Freitas
Atualização:

A Latam informou na terça-feira, 16, que retomará, após quatro anos, o voo entre Santiago, no Chile, e Sydney, na Austrália, a mais longa rota direta ofertada pela companhia. Serão quatro voos semanais, com capacidade de transportar até 1.200 passageiros. O modelo de avião a ser utilizado é o Boeing 787-9 Dreamliner.

O trajeto de de 11.300 km entre Santiago e Sydney deve ser percorrido em 15 horas.  Foto: Latam/Divulgação

PUBLICIDADE

O trajeto entre as duas cidades, de 11.300 km, deve ser percorrido em 15 horas, quatro horas a menos que o voo que faz escala em Auckland, na Nova Zelândia.

Os voos da capital chilena para Sydney decolarão do aeroporto internacional Arturo Merino Benítez todas as terças, quintas, sábados e domingos. De Sydney, as partidas serão feitas a partir do aeroporto internacional Kingsford Smith e estão marcadas para as segundas, quartas, sextas e domingos.

A rota direta operou entre 2019 e 2020 e foi suspensa devido à pandemia de covid-19. O destino para a Oceania só foi retomado pela companhia em setembro de 2023 por meio da rota Santiago-Melbourne, com três voos semanais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.