Publicidade

Procon dá dicas para quem compra na internet

Por Roberta Scrivano
Atualização:

Marcos Diegues, assessor técnico da Fundação Procon de São Paulo, dá recomendações básicas: sempre que o consumidor estiver na página da internet em que será feito o pagamento é preciso que ele cheque se há um pequeno cadeado na parte inferior e à esquerda da página; e se o endereço online começa com "https", ao invés do tradicional "http".Além disso, Diegues recomenda que, se não houver diferença de preço entre os meios de pagamento oferecidos, o consumidor deve optar pelo boleto bancário. "A transação é mais segura", diz. Diegues explica que as informações necessárias para a emissão de boleto "são mais seguras" do que as solicitadas para o pagamento com cartão de crédito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.