Publicidade

Publicidade

Produtos têm redução da quantidade embalada

A Fundação Procon-SP alerta os consumidores de que alguns produtos que compõem a cesta básica tiveram redução da quantidade embalada, porém o preço permaneceu o mesmo. Exemplo disso é o caso do papel higiênico.

Por Agencia Estado
Atualização:

Consumidores estão adquirindo produtos em menor quantidade, só que pagando o mesmo valor. A constatação é da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo federal. Os técnicos do órgão detectaram que alguns produtos que fazem parte da pesquisa da cesta básica tiveram uma mudança em sua comercialização no que se refere a quantidade embalada: sabão em pó (todas as marcas), redução de um quilo para 900 gramas; papel higiênico (Neve e Personal), de 40 metros para 30 metros (comercializado em embalagens de 40 e 30 metros) e, bolacha Maizena (Triunfo), de 200 gramas para 180 gramas. Constatou-se ainda que, em muitos destes produtos a redução na quantidade não ocasionou a proporcional diminuição do preço, o que provocou aumentos de até 25% com reflexos imediatos na elevação dos preços da referida pesquisa. Dos produtos mencionados, apenas as embalagens para papel higiênico estão padronizadas - de dez em dez metros, a partir de 20 metros. Porém, a prática comercial, estabeleceu em todo o país ao longo dos anos, padrões não escritos, que introduzidos pelo uso passaram a ter força de norma, o Procon-SP entende que esta mudança pode induzir o consumidor a erro, uma vez que a informação não é suficientemente clara e precisa para a necessária comparação de preços. Em função destes problemas que resultam em prejuízo direto ao bolso e aos direitos básicos do consumidor, a Diretoria Executiva da Fundação Procon-SP enviou ofício ao secretário de Acompanhamento Econômico - SEAE, Cláudio Considera, para ciência e posicionamento quanto a questão. Os consumidores devem ficar atentos às mudanças e, em caso de dúvidas ou reclamações podem procurar o Procon-SP pelo telefone 1512 ou pessoalmente nos postos de atendimento pessoal localizados dentro do Poupatempo Sé, Santo Amaro e Itaquera.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.