PUBLICIDADE

Publicidade

Bill Gates dá 5 conselhos que gostaria de ter ouvido na formatura que nunca teve

Fundador da Microsoft fez um discurso para formandos e falou sobre a importância da rede de contatos, lazer e aprendizado contínuo

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Bill Gates, fundador da Microsoft, fez no mês passado um discurso de formatura para turmas da Faculdade de Engenharia, Informática e Ciências Aplicadas e da Faculdade de Meio Ambiente, Florestas e Ciências Naturais da Universidade do Norte do Arizona. O empresário deu cinco dicas para os recém-formados nesse atual contexto mundial.

Bill Gates dá cinco conselhos para recém-formados Foto: Julia Nikhinson/Reuters

PUBLICIDADE

Gates não tem um diploma universitário. Ele contou, no discurso, que deixou a universidade após três semestres para fundar a Microsoft. “Então, o que um universitário desistente sabe sobre formatura? Na verdade, não muito pessoalmente”, disse ele.

O empresário continuou dizendo que gostaria de compartilhar as cinco coisas que gostaria de ter ouvido na formatura que nunca participou. Confira:

1 - A vida não é uma peça de teatro de um ato só

“Provavelmente, vocês estão sentindo muita pressão agora para tomar as decisões certas sobre suas carreiras. Pode parecer que essas decisões são permanentes. Não são. O que vocês farão amanhã - ou nos próximos dez anos - não precisa ser o que farão para sempre.

Quando saí da faculdade, achei que trabalharia na Microsoft pelo resto da minha vida.

Hoje, ainda adoro meu trabalho com software, mas a filantropia é meu trabalho em tempo integral. Passo meus dias trabalhando para criar inovações que combatam as mudanças climáticas e reduzam as desigualdades ao redor do mundo - incluindo na saúde e na educação.

Sinto-me sortudo por nossa fundação poder apoiar instituições incríveis como a Universidade Norte do Arizona, mesmo que não seja o que eu imaginava fazer quando tinha 22 anos. Não apenas é permitido mudar de ideia ou ter uma segunda carreira... pode ser algo muito bom.”

Publicidade

2 - Vocês nunca serão tão inteligentes a ponto de não ficarem confusos

“Quando saí da faculdade, achava que sabia tudo o que precisava saber. Mas o primeiro passo para aprender algo novo é aceitar o que você não sabe, em vez de se concentrar no que sabe.

Em algum momento das suas carreiras, vocês se encontrarão diante de um problema que não podem resolver sozinhos. Quando isso acontecer, não entrem em pânico. Respirem fundo. E então, encontrem pessoas inteligentes para aprender.

Pode ser um colega com mais experiência. Pode ser um de seus colegas formandos, que tem uma boa perspectiva e vai fazer vocês pensarem de forma diferente. Pode ser um especialista no campo disposto a responder às suas perguntas em uma mensagem.

Praticamente tudo o que realizei foi porque busquei outras pessoas que sabiam mais. As pessoas querem ajudá-los. A chave é não ter medo de perguntar.

Vocês podem ter terminado a faculdade. Mas podem - e devem - enxergar o restante de suas vidas como uma educação contínua.”

PUBLICIDADE

3 - Envolvam-se com um trabalho que solucione um problema importante

“A boa notícia é que vocês estão se formando em um momento em que existem muitos problemas importantes a serem resolvidos. Novas indústrias e empresas estão surgindo todos os dias, o que lhes permitirá ganhar a vida e fazer a diferença, e os avanços na ciência e na tecnologia tornaram mais fácil do que nunca causar um grande impacto.

Por exemplo, muitos de vocês estão se formando como engenheiros florestais. Seus professores lhes ensinaram sobre ferramentas de ponta, como drones que usam o LiDAR (método de sensoriamento remoto que mede distâncias através da luz) para produzir mapas precisos do solo das florestas. Vocês poderiam encontrar novas maneiras de usar essa tecnologia para ajudar a combater as mudanças climáticas.

Alguns de vocês estão se preparando para iniciar carreiras como programadores. Vocês podem usar seus talentos para garantir que todas as pessoas possam se beneficiar da inteligência artificial - ou para ajudar a eliminar preconceitos com a IA.

Quando vocês passam seus dias fazendo algo que resolve um grande problema, isso os energiza para fazer seu melhor trabalho. Isso os força a serem mais criativos e dá um sentido de propósito forte às suas vidas.”

4 - Não subestimem o poder da amizade

“Quando eu estava na faculdade, fiz amizade com outro estudante que compartilhava muitos de meus interesses, como romances de ficção científica e revistas de computação.

Eu não fazia ideia de como aquela amizade seria importante. Meu amigo se chamava Paul Allen - e começamos juntos a Microsoft.

Lembrem-se de que as pessoas com quem vocês sentaram nas aulas, esquiaram e competiram não são apenas seus colegas de classe. São sua rede de contatos. Seus futuros co-fundadores e colegas de trabalho. Uma ótima fonte de apoio, informação e conselhos para o futuro.

A única coisa mais valiosa do que o que vocês levam hoje do palco é com quem vocês sobem ao palco.”

5 - Vocês não são preguiçosos se se permitirem um pouco de folga

“Quando eu tinha a idade de vocês, não acreditava em férias. Não acreditava em fins de semana. Eu pressionava todos ao meu redor para trabalharem muitas horas. Nos primeiros dias da Microsoft, meu escritório dava vista para o estacionamento, e eu observava quem saía cedo e quem ficava até tarde.

Mas à medida que fui envelhecendo - e especialmente quando me tornei pai - percebi que há mais na vida do que trabalho.

Publicidade

Não esperem tanto quanto eu para aprender essa lição. Tirem um tempo para cultivar seus relacionamentos, celebrar suas conquistas e se recuperar das derrotas.

Tirem uma folga quando precisarem. Sejam compreensivos com as pessoas ao seu redor quando elas precisarem também.

E antes de iniciarem a próxima etapa de suas vidas, tirem um momento e divirtam-se. Hoje à noite, neste fim de semana, neste verão, quando quiserem. Vocês merecem.

Mensagem final: “O futuro pertence a vocês. Acredito que serão vocês que solucionarão a crise climática e reduzirão a lacuna entre ricos e pobres.”

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.